Quadriciclos serão usados como reforço de tropas no Ártico

Novos veículos serão concebidos com base no modelo RM500-2 (foto)

Novos veículos serão concebidos com base no modelo RM500-2 (foto)

Ígor Agueienko/RIA Nôvosti
País implantará divisão de defesa costeira na península de Tchukotka a partir de 2018. Infantaria motorizada protegerá costa contra desembarques de sabotadores.

A Rússia vai implantar uma divisão de defesa costeira na península de Tchukotka, no extremo nordeste do país, em 2018. Formada por batalhões de infantaria, a estrutura vai patrulhar a costa do Estreito de Bering a bordo de quadriciclos.

A decisão política de estabelecer os novos batalhões já foi tomada, segundo uma fonte da Gazeta Russa no complexo militar-industrial, e agora discute-se o número de unidades de infantaria e veículos necessários para reforçar a defesa da península.

Os quadriciclos apropriados para neve foram selecionados pelos oficiais militares por diversas razões, sobretudo devido às condições geográficas da região.

A zona costeira da península de Tchukotka é rochosa, muitas vezes pantanosa e coberta com uma fina camada de neve, o que exige o uso de veículos de rodas.

Em caso de alarme, são necessárias equipes de resposta rápida que consigam deter o avanço de um potencial inimigo até que as principais forças cheguem.

Um dos principais modelos em avaliação pelo Ministério da Defesa é o veículo da empresa Russkaya Mekhanika concebido com base no modelo RM500-2 e equipado com um motor monocilíndrico de quatro tempos com potência de 38 cavalos.

Além de capaz de atravessar obstáculos terrestres e aquáticos, esse quadriciclo pode operar em baixas temperaturas abaixo de menos 30ºC.

Quadriciclo versão 2018

A estrutura do quadriciclo militar é revestida por uma armadura que protege contra ataques com armas de pequeno porte.

Além disso, o sistema de ancoragem do veículo permite a montagem de um lançador de granadas e possibilita aos soldados fazer disparos fuzis automáticos.

A ideia do projetores é atualizar o veículo para que tragam consigo metralhadoras de 7,62 mm.

Todos os modelos já existentes, bem como outras armas novas em desenvolvimento, poderão ser vistas durante o fórum técnico-militar Army 2016, que acontece na região de Moscou a partir desta terça-feira (6).

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.