Iraque recebe a primeira dúzia de helicópteros Mi-28N

Helicóptero Mi-28N realiza voo de demonstração no show aéreo Aviamix

Helicóptero Mi-28N realiza voo de demonstração no show aéreo Aviamix

Aleksandr Riumin/TASS
Contrato estabelecido com a empresa de exportação de armas russas, a Rosoboronexport, pressupõe fornecimento de 48 unidades para a Força Aérea iraquiana. Equipamento já demonstrou eficácia em combate aos militantes do EI na Síria.

O Iraque recebeu esta semana a primeira dúzia de helicópteros russos Mi-28N, também conhecidos como ‘Caçador Noturno’, conforme um acordo assinado em 2012. A informação foi anunciada por uma fonte do complexo militar-industrial russo. “Pelo contrato, será um total de 48 máquinas para o grupo das Forças Aéreas do Iraque”, disse a fonte.

Segundo o analista militar do jornal “Izvéstia” Dmítri Safonov, o contrato para fornecimento de todas as unidades encomendadas chega a 4,2 bilhões de dólares, e os custos associados com o equipamento somam mais 1 bilhão de dólares.

Primeira missão do Mi-28N na Síria

Os militares russos usaram helicópteros Mi-28N como parte da operação para a libertação da cidade histórica de Palmira, na Síria, em 27 de março.

O vídeo a seguir mostra como os ‘Caçadores Noturnos’ foram capazes de destruir veículos blindados do EI (Estado Islâmico) usando mísseis antitanque, além de liquidar os militantes abrigados em uma casa local.

Fonte: YouTube/Rusvesna.su 1945

Esta foi a primeira informação sobre uso deste veículo aéreo em um território controlado pelo EI. Anteriormente, os Mi-28N só haviam sido usados para garantir a segurança da base aérea russa de Hmeimim, na Síria.

Características técnicas do Mi-28N

Tripulação: 2 pessoas
Peso máximo de decolagem: 12.100 kg
Velocidade máxima: 300 km/h
Distância de voo: até 450 km
Canhão M230  de 30 mm, 1200 cartuchos de munição, 625 disparos por minuto
Mísseis ar-ar AIM-9 e AIM-92
Mísseis ar-terra AIM-114
Mísseis não guiados Hydra-70

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia no seu e-mail?   
Clique aqui para assinar nossa newsletter. 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.