Pilotos batem recorde de voo sem paradas de caça MiG-31; veja vídeo

Programa federal prevê modernização de 60 MiG-31s até 2020

Programa federal prevê modernização de 60 MiG-31s até 2020

Donat Sorokin/TASS
Interceptador percorreu 8.000 km entre regiões de Krasnoiarsk e Astrakhan. Novos modelos são equipados com sistemas de controle de armas e radares de última geração.

Pilotos russos realizaram o voo mais longo sem paradas em 36 anos de história dos caças interceptores MiG-31. No total, foram sete horas e quatro minutos no ar.

Durante esse período, o caça percorreu quase 8.000 km entre os aeroportos militares das regiões de Krasnoiarsk e de Astrakhan, e foram conduzidas três operações de reabastecimento aéreo.

“Os aviões de reabastecimento Il-78 permaneceram a dez metros de distância e se acoplaram ao caça com a ajuda de um sensor”, declarou o capitão do avião, Vladímir Surjik.

A distância entre Krasnoiarsk e Astrakhan é de quase 4.000 km, mas a rota do MiG-31 não seguiu em linha reta. "Depois do primeiro reabastecimento da região de Perm, fizemos um pequeno desvio pelos Urais para Tcheliabinsk, e depois voltamos a Perm para o segundo reabastecimento”, explica o capitão.Nikolai KoroliovMapa: Nikolai Koroliov

O voo foi realizado como parte dos exercícios de aviação e defesa aérea do Distrito Militar Central.

Os caças supersônicos MiG-31BM, versão modernizada do MiG-31, estão a serviço da Força Aérea Russa e são equipados com sistemas de controle de armas e radares de última geração.

As melhorias aplicadas no MiG-31BM permitiram alcançar características três vezes superiores que as de seu antecessor. Por esse motivo, a liderança política e militar da Rússia decidiu modernizar os 60 MiG-31 existentes até 2020 sob o programa de rearmamento militar.

Fonte: Youtube/Rossiyskaia Gazeta

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia no seu e-mail?  
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.