Kalashnikov terá produção licenciada de AK-100 na Índia

Produção na Índia será iniciada após testes com modelos entregues ao país

Produção na Índia será iniciada após testes com modelos entregues ao país

Tass
Modelos da série AK-100 para testes de pré-produção já foram entregues ao país. Expectativa inicial é produzir 50 mil itens por ano, diz executivo da empresa.

A Rosoboronexport, estatal russa responsável pelas vendas de equipamento militar ao exterior, planeja estabelecer na Índia uma produção licenciada de rifles de assalto da série AK-100, da Kalashnikov. Isso acontecerá após o término dos testes de pré-produção no país, disse o vice-diretor-geral da Rosoboronexport, Serguêi Goreslávski.

“A Rosoboronexport está trabalhando para organizar a produção sob licença da série AK-100 aqui”, disse Goreslávski, em entrevista nos corredores da mostra de armamentos Defexpo India-2016, nesta terça-feira (29).

“Os modelos de produção já foram entregues e vamos lançar a produção licenciada após os testes de pré-produção”, acrescentou o empresário.

O chefe-executivo da fabricante Kalashnikov, Aleksêi Krivorutchko, já havia adiantado em 2015 que a empresa estaria em negociações avançadas com parceiros indianos para a fabricação de armas no país asiático.

“Estamos pensando na produção inicial de, pelo menos, 50 mil itens por ano, com um potencial aumento de escala”, disse Krivorutchko.

A exposição internacional Defexpo India 2016 acontece até quinta-feira (31) em Quitol, no estado de Goa. Durante a mostra, a Rosoboronexport vem mantendo negociações para promover a modernização das Forças Armadas indianas, incluindo a aquisição de sistemas de defesa antiaérea russos S-400.

Com material da agência de notícias Tass

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.