Produção de tanques T-90 vira atração turística

Tour será organizado para grupos de 25 pessoas, com preço de cerca de R$ 800 por visitante.

Tour será organizado para grupos de 25 pessoas, com preço de cerca de R$ 800 por visitante.

Reuters
A partir de abril, fábrica Uralzagonzavod abrirá portas a turistas em Níjni Taguil.

Uma dos maiores fabricantes de tanques do mundo, a Uralvagonzavod abrirá as portas, a partir de abril, a turistas. De acordo com comunicado da companhia, os visitantes poderão visitar a fábrica que produz tanques T-90 na cidade de Níjni Taguil (1.700 km a leste de Moscou) e adentrar territórios antes proibidos ao cidadão comum.

Visitantes estrangeiros e russos também poderão entrar nas oficinas da fábrica, que tem ligações históricas com a produção de equipamentos técnicos especiais.

Segundo os organizadores do projeto, as visitações ocorrerão em dias úteis para que os visitantes possam se familiarizar com a produção dos tanques russos.

O programa também deverá incluir visitas ao Museu da Técnica de Blindados, onde está representada toda a linha de tanques, desde o soviético T-34 até o russo T-90, assim como modelos de veículos blindados militares, equipamentos militares associados a esses etc.

Na etapa final, os aficionados pela indústria militar poderão se deleitar com uma master-class proferida pela tripulação do tanque T-90 e dirigir o veículo.

A etapa seguinte do tour parece pouco apetitosa, mas é uma experiência válida: os visitantes serão servidos de pratos da cozinha militar em campanha.

De acordo com os organizadores, o tour será organizado para grupos de 25 pessoas, com custo de 375 mil rublos (R$ 19.850).

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.