Clássico “Quando Voam as Cegonhas” é a atração gratuita do Cinema Russo em Casa neste fim de semana

Dirigido por Mikhail Kalatozov, “Quando Voam as Cegonhas” recebeu a Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes.

O projeto “Cinema Soviético e Russo em Casa” traz gratuitamente ao YouTube neste fim de semana o longa “Quando Voam as Cegonhas” (1957), de Mikhail Kalatozov. O filme pode ser visto a partir das 19h00 desta sexta-feira(12) até as 19h do domingo (15).

No filme, os jovens e belos Boris e Veronika estão felizes e apaixonados. Os dois estão prestes a se casar e caminham romanticamente por Moscou até o amanhecer. Quando voltam para casa, descobrem que naquela mesma noite a guerra eclodiu. Boris vai para a linha de frente como voluntário, e o conflito os obriga a seguir caminhos diferentes. Será que eles se encontrarão de novo?

“Quando Voam as Cegonhas” recebeu a Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes. Este longa mudou a cara do cinema de guerra soviético, pois retrata o drama não apenas nos campos de batalha – guerra e perdas tocam e arruínam a vida de todas as pessoas, inclusive civis, não somente de soldados.

Este é o segundo ano do projeto “Cinema Soviético e Russo em Casa”, que exibe gratuitamente um filme russo por semana. A ideia foi concebida pelo Centro Popular de Cultura da União Municipal dos Estudantes Secundaristas de São Paulo (CPC-UMES), que distribui e comercializa no Brasil, em DVD e Blu-Ray, streaming, TV e cinema os filmes produzidos pelo Estúdio Mosfilm.

Ao longo do primeiro semestre de 2021, serão exibidos um total 22 longas dos mais variados gêneros a partir de matrizes restauradas, incluindo clássicos de Bondartchuk e Tarkóvski.

LEIA TAMBÉM: As 10 melhores músicas soviéticas sobre a Segunda Guerra Mundial

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies