15 pinturas geniais russas sobre solidão e isolamento

De saco cheio de ficar em casa? A gente também (mas precisa!). Então, aproveite para descobrir aqui coisas para fazer na quarentena e descobrir estas joias da arte russa! #fiqueemcasa

1. Vassíli Tropínin. “A rendeira”, 1823.

2. Pável Fedótov. “Café da manhã de um aristocrata”, 1849-1850.

3. Konstantín Flavitski. “Princesa Tarakânova no Forte de Pedro e Paulo durante a cheia”, 1864.

4. Iliá Répin. “Na choupana”, 1878.

5. Valentín Seróv. “Garota com Pêssegos”, 1887.

6. Filipp Maliávin. “Retratp de E.M. Martínova”, 1897.

7. Iliá Répin. “Lev Tolstói em uma sala sob os arcos”, 1891.

8. Valentín Seróv. “Retrato de G.L. Guirchman”, 1907.

9. Zinaída Serebriakóva. “À penteadeira. Autorretrato”, 1909.

10. Konstantín Sômov. “Moça descansando”, 1909.

11. Mikhaíl Lariônov. “Soldado descansando”, 1911.

12. Borís Kustódiev. “Vênus Russa”, 1925.

13. Aleksandr Deinêka. “Na varanda”, 1931.

14. Tatiana Iablonska. “Manhã”, 1954.

15. Gueli Korjev. “Manhã nebulosa”, 2006.

LEIA TAMBÉM: 11 memes russos sobre a quarentena do coronavírus (FOTOS)

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies