Weld Queen, a russa que faz arte com metal

https://www.weldqueen.com/

https://www.weldqueen.com/

Weld Queen
Alexandra Ívleva é uma artesã russa que trabalha com metal e faz cair por terra todos os estereótipos de gênero quando coloca sua máscara e pega sua solda.

Com um guarda-roupa lotado de roupas especiais para solda, Alexandra também é muito feminina. Ela equilibra os dois estilos usando vestidos tradicionais russos com máscaras de solda feitas no modelo de uma kokoshnik, ou com vestidos de gala e asas de anjo (todos feitos de materiais não metálicos).

Aos 32 anos, ela é muito bem-sucedida nesse ofício que tradicionalmente é desempenhada por homens. Alexandra ganhou atenção depois de criar um enorme gato meditando, ao qual ela deu o nome de Tihvami e que foi exposto na Feira Internacional de Flores de Moscou em 2015.

Ela diz que as pessoas, não importa seguidoras de qual religião, estão buscando paz e meditação, então ela decidiu fazer a escultura para que todos pudessem meditar perto dela.

Desde então, Alexandra não para de criar novas ideias de projetos e esculturas. Ela gostou muito de poder criar cadeiras de balanço em vários formatos (dragão, Madonna e um "unigato" - mistura de gato e unicórnio) e as chamou de esculturas interativas.

Seu trabalho não é do tipo que vai ser encontrado em galerias e se encaixa mais facilmente em parques e praças, onde podem ser usado como bancos, encostos, balanços e brinquedos.

O Gato Tihvami ganhou um amigo urso meditativo, o Ramishi.

Uma escultura de anjos decora o parque de diversões Kudikina Gora, na região de Lipetsk.

Alexandra também gosta muito de fazer candelabros e um deles tem a forma de um coração humano gigante.

Algumas vezes a Weld Queen se diverte fazendo coisas inimagináveis de metal, como esse casaco de "pele".

Ou uma avoska, uma sacola muito comum na Rússia.

Uma "delicada" carteira feminina...

...ou uma bolsa para mulheres fortes.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies