Assim voa o avião de transporte russo Sukhoi-80 (Fotos)

Além de carga, bimotor turboélice de transporte tem capacidade para até 30 passageiros.

O programa do Su-80 seria iniciado no final da década de 1990, mas devido à falta de verba, acabou sendo adiado por vários anos. Um protótipo do Su-80GP combinando carga e transporte de passageiros ficou pronto e seu primeiro voo estava planejado para o início de 1998, mas o programa foi novamente postergado. O voo inaugural do protótipo STOL (Short Take-off and Landing; em português, Decolagem e Aterrissagem Curta) Su-80 se deu durante o MAKS 2001 – decolando de Jukóvski para sobrevoar os arredores de Moscou.

S-80 no Salão Aéreo de Moscou em Jukóvski, 2001

De acordo com Airwar.ru, o primeiro modelo do bimotor turboélice de transporte Sukhoi S-80 foi exibido no Salão Internacional de Aeronáutica e Espaço Paris-Le Bourget em 2005.

O avião foi desenvolvido pela Sukhoi OKB e pela fábrica de aviões de Komsomolsk/Amur, com a intenção de substituir os An-24/26, An-28 e Yak-40, e competir com o Antonov An-38.

Possui três superfícies de sustentação: as asas primárias; duas aletas na parte traseira da fuselagem ligando as asas à fuselagem; e o estabilizador horizontal que une as duas aletas verticais na parte traseira. Dois motores turboélice General Electric CT7-9B ficam alojados em compartimentos na frente das barras traseiras.

O interior do casco oferece espaço para 30 passageiros, e na parte traseira da fuselagem há uma rampa tipo “cauda de castor”, que facilita o carregamento e o descarregamento.

S-80 (visto por trás) no Salão Aéreo de Moscou em Jukóvski, 2003

A Guarda de Fronteira do Cazaquistão fez um pedido provisório de dez Su-80. As forças aéreas da China, Jordânia,  Malásia, Indonésia e Coreia manifestaram interesse no modelo, que atualmente existe em duas versões.

As quatro aeronaves pré-série eram de fuselagem curta; já o quinto, o sexto e o sétimo protótipos foram alargados em 1,4 metro para permitir uma fileira adicional de passageiros.

LEIA TAMBÉM: Barcos voadores: a evolução dos hidroaviões soviéticos e russos

Caros leitores e leitoras,

Nosso site e nossas contas nas redes sociais estão sob ameaça de restrição ou banimento, devido às atuais circunstâncias. Portanto, para acompanhar o nosso conteúdo mais recente, basta fazer o seguinte:
Inscreva-se em nosso canal no Telegram t.me/russiabeyond_br

Assine a nossa newsletter semanal

Ative as notificações push, quando solicitado(a), em nosso site

Instale um provedor de VPN em seu computador e/ou smartphone para ter acesso ao nosso site, caso esteja bloqueado em seu país.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies