Forças Especiais começam a testar novo veículo blindado

Veículo blindado VPK-Ural.

Veículo blindado VPK-Ural.

Sputnik
VPK-Ural transporta até 12 soldados e resiste a impacto de até 6,5 quilos de dinamite.

Os engenheiros da Empresa Industrial Militar (VPK, na sigla em russo) começaram os testes do novo veículo blindado VPK-Ural, projetado para transportar as Forças Especiais da Rússia nas zonas de combate mais perigosas.

O veículo foi apresentado ao público pela primeira vez na feira de armamentos do Exército-2019, na região de Moscou.

O VPK-Ural pesa 14,5 toneladas e graças à armadura grossa pode suportar o impacto direto de fuzis de precisão de grande calibre ou de metralhadoras. O veículo tem 6,5 metros de comprimento e 2,5 metros de largura, aleém de "janelas" em ambos os lados para disparar em movimento ou transformar-se em uma mini-fortaleza no campo de batalha.

Pode transportar até 12 soldados com equipamento de combate completo em assentos anti-trauma que minimizam o impacto das explosões de minas de até 6,5 quilos de TNT.

A velocidade máxima é de 100 km/h, o carro blindado pode percorrer até 1.000 quilômetros sem reabastecimento.

Caso os testes do VPK-Ural sejam bem-sucedidos, a fábrica poderá assinar contrato no programa de rearmamento do exército russo até 2027.

“O VPK-Ural é perfeito para unidades da linha de frente que operam no Oriente Médio e também para o Serviço de Segurança da Rússia e a Guarda Nacional, caso precisem pegar terroristas em áreas urbanas”, explica o analista militar Dmítri Safonov.

Segundo ele, o futuro do veículo, porém, permanece incerto. "Poderemos conversar sobre as vendas e contratos apenas após os testes na Síria. O segmento de veículos blindados é muito competitivo, tanto na Rússia, como no exterior", completa.

LEIA TAMBÉM: Rússia desenvolve veículo off-road com sistema de ventilação pulmonar mecânica

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies