Ainda é possível voar a bordo de um Yak-3, lendário caça soviético da 2ª Guerra

Marcel Albert, ás do Esquadrão de Caça Normandie-Niemen que operava na URSS, o considerava superior aos mais famosos P-51 Mustang e Supermarine Spitfire.

O Yak-3 vinha equipado com duas metralhadoras Berezin UBS de 12,7 mm e um canhão ShVAK de 20 mm e era capaz de atingir uma velocidade de 655 km/h. 

Foram produzidos 4.858 exemplares desse modelo que, desde que chegou à frente de batalha em 1944, foi um dos maiores abatedores de caças da Luftwaffe.

Diversos entusiastas de aeronaves históricas se encarregaram de manter modelos originais em funcionamento, ou construir réplicas. Isso permite que os espectadores vejam, em um salão de aeronáutica, cenas tão impressionantes quanto as apresentadas abaixo –  um Yak-3 voando em formação ao lado de um Spitfire:

VEJA TAMBÉM: As razões por trás do fiasco da aviação soviética em 1941 

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies