Drone pesado de ataque russo Okhótnik vai dificultar vida dos militares dos EUA, diz revista

Wikipedia
“Business Insider” destacou o poder de invisibilidade do dispositivo.

A revista norte-americana “Business Insider” analisou as primeiras imagens do drone Okhótnik (Caçador, em russo), que começaram a circular na internet no último dia 24 de janeiro, e compararam o dispositivo russo com o bombardeiro norte-americano B-2 Spirit, considerado um dos equipamentos mais “invisíveis” da Força Aérea Americana.

A revista destaca que o drone pesado russo, projetado como uma asa voadora, tem como principal força a “invisibilidade”, e não sua manobrabilidade, bem como a capacidade de combate aéreo.

Segundo a “Business Insider”, o Okhótnik pode ser usado em conjunto com o caça Su-57, “o que dificultará a vida dos pilotos americanos”.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies