Primeiros drones de combate russos

Vilaly V. Kuzmin
Novos VANTs, com mais de 200 quilos de peso, poderão transportar bombas e mísseis guiados e não guiados.

Na última sexta-feira (27), durante o primeiro ensaio do desfile do Dia da Vitória em Moscou, militares russos exibiram dois veículos aéreos não tripulados (VANTs) Korsar, que podem levar bombas e mísseis e realizar operações de reconhecimento.

O primeiro veículo é um avião não tripulado com envergadura de 6 metros. Ele foi projetado para missões de reconhecimento, entregas de carga e bombardeamento de alvos terrestres com armas guiadas e não guiadas.

Segundo os especialistas, o drone mostrado em Moscou pode usar mísseis de ataque Terminator-2.

O segundo veículo é um drone-helicóptero de combate com as mesmas funções.

"O helicóptero não tripulado pode ser usado em várias situações e pousar em qualquer lugar – até em navios no mar. (...) Os drones-helicópteros são rápidos e baratos", explica Víktor Murahovski, editor-chefe da revista russa especializada no setor militar “Arsenal Otetchestva”.

Os Korsar são os primeiros drones russos que podem levar bombas guiadas e não guiadas, e todos os VANTs anteriores foram criados apenas para operações de reconhecimento.

“Os Korsar podem eliminar veículos blindados leves e infantaria a uma distância de até 200 quilômetros da base”, disse.

"Os militares russos sempre mostram novos equipamentos durante os desfiles militares do Dia da Vitória nos últimos anos. Em 2015, eles exibiram uma nova geração de tanques T-14 Armata e os sistemas de artilharia Coalition. Neste ano, revelaram os drones de batalha", diz o analista militar Dmitri Safonov.

Segundo ele, os novos drones são muito importantes para as Forças Armadas russas, já que, hoje, os VANTs são a principal tendência em engenharia militar no mundo todo.

"Os drones foram amplamente usados durante as operações militares dos Estados Unidos e da Otan no Afeganistão. Ao mesmo tempo, eles foram criticados pelo alto número de vítimas civis, devido à desinformação da inteligência e à incapacidade de determinar o local preciso dos terroristas. Vamos ver como o exército russo tentará resolver essas problemas”, completa Safonov.

Quer ver mais? Confira “Vídeo registra ensaio de tradicional desfile do Dia da Vitória na Praça Vermelha”.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies