A vida dos cosmonautas soviéticos fora do espaço

Fotos revelam cotidiano de viajantes durante folgas.

Casamento de Valentina Terechkova e Andrian Nikolaiev, em novembro de 1963. Nikolaiev viajou ao espaço em duas grandes missões: a Vostok 3, em 1962, e a Soyuz 9, em 1970. Em ambas, o cosmonauta bateu novos recordes de resistência, tornando-se o ser humano que mais tempo permaneceu em órbita

Cosmonauta Aleksêi Leonov. Em março de 1965, Leonov tornou-se o primeiro humano a realizar uma caminhada espacial. Esta, por sinal, teve 12 minutos de duração.

Cosmonauta soviético Iúri Gagárin com sua família. Em 12 de abril de 1961, ele tornou-se o primeiro homem a viajar ao espaço, a bordo da nave Vostok 1.
Valentina Terechkova experimenta comida espacial antes de iniciar nova missão. Terechkova foi primeira mulher no espaço – seu voo espacial em 16 de junho de 1963 durou quase três dias (no total, foram 70 horas e 50 minutos), durante os quais orbitou o globo por 48 vezes.
Iúri Gagárin e Pável Popóvitch. Popovitch foi o quarto cosmonauta soviético a realizar uma missão no espaço, o sexto ser humano em órbita.
Cosmonauta Pável Beliáev dando autógrafos a jovens. Beliáev foi o primeiro comandante do corpo de cosmonautas e o responsável pela missão Voskhod 2, quando Leonov realizou a primeira caminhada humana no espaço, em 1965.
Cosmonauta Valéri Bikôvski com a família. Bikôvski participou de três missões espaciais tripuladas: Vostok 5, em 1963, Soyuz 22, em 1976, e Soyuz 31, em 1978.
Pável Popóvitch em 1962
“Lápis de Gagárin”. Gagárin sentado segurando um grande lápis (com os dizeres gravados: ‘Feliz Ano Novo 1967’); Andrian Nikolaiev é o quarto a partir da esquerda na segunda fila.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.