Cientistas russos lançam dispositivo que faz chover

Com dispositivo, chuva se forma em 30 minutos, garantem desenvolvedores

Com dispositivo, chuva se forma em 30 minutos, garantem desenvolvedores

Vladímir Astapkovitch/RIA Nôvosti
Além de evitar secas, aparato pode ser aplicado na contenção de incêndios.

Uma nova técnica para induzir chuva foi desenvolvida pela Rostec, a estatal russa responsável por exportações de tecnologia. De acordo com os planos da empresa, o dispositivo começará a ser produzido em série já no quarto trimestre de 2017.

“A técnica é baseada no uso de uma substância que contém iodeto de prata. Um cartucho carregado com essa substância é disparado sobre uma nuvem a partir de um avião, e a chuva se forma dentro de um período de 30 minutos”, anunciou a Rostec, em um comunicado oficial.

A técnica foi testada com sucesso no final de julho passado para “induzir precipitação em áreas varridas por incêndios florestais”.

“Uma nuvem pode conter várias toneladas de água, mas a chuva nem sempre cai onde é necessário. Hoje, aprendemos a controlar esse processo. Em termos de aplicação na prática, essa técnica também pode ser usada para extinguir incêndios – e esse é apenas uma das possibilidades”, diz Artiom Muranov, diretor de marketing do Instituto de Pesquisa de Química Aplicada, que é parceira da Rostec no projeto.

“Planejamos expandir a cooperação com o Serviço Federal de Proteção Florestal Aérea (Avialesookhrana) e o Serviço Federal de Hidrometeorologia e Monitoramento Ambiental (Rosgidromet). As técnicas para induzir a chuva também poderão ser usadas por empresas agrícolas para irrigar terras secas”, acrescenta  Muranov.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.