Cientista russo vence principal prêmio na área de medicina

Morador de Nova York, Rudenski se descreve como um cientista russo-americano

Morador de Nova York, Rudenski se descreve como um cientista russo-americano

Memorial Sloan Kettering Cancer Center
Estudo de Aleksandr Rudenski esclarece mecanismos de doenças autoimunes e pode vir a facilitar tratamento. Premiação acontecerá em maio em Estocolmo, na Suécia.

O imunologista Aleksandr Rudenski, professor da Universidade de Moscou que agora vive em Nova York, ganhou o Crafoord 2017, o prêmio mais importante na medicina, conforme anunciado no site da Academia Real das Ciências da Suécia.

Rudenski, que divide o prêmio com Shimon Sakaguchi, da Universidade de Osaka (Japão), e Fred Ramsdell, do Instituto Parker para Imunoterapia do Câncer em São Francisco (EUA), ganhou cerca de US$ 670.000 “por suas descobertas relacionadas às células T reguladoras, que neutralizam as reações imunes nocivas na artrite e em outras doenças autoimunes”, lê-se no comunicado da Academia.

As células T podem ser consideradas como “os guardas de segurança do nosso sistema imunológico. Elas põem um freio em células que atacam o tecido do próprio organismo. Há esperança de que suas descobertas abram caminho para novos métodos de tratamento altamente eficazes para doenças autoimunes, tais como artrite reumatoide, esclerose múltipla e diabetes tipo 1”, acrescenta a nota.

Rudenski começou sua carreira científica na Universidade Estatal de Moscou Lomonossov (MGU) na década de 1970, e, embora viva e trabalhe em Nova York, continua sendo oficialmente professor no departamento de imunologia da MGU.

Em entrevista à Radio Liberty, em outubro de 2015, o imunologista se descreveu como um cientista russo-americano. “Eu parti para os EUA em 1990 como um pesquisador sênior. Minha formação científica russa e a cultura científica da Rússia certamente tiveram uma influência significativa sobre mim, mas o ambiente científico americano não teve influência menor”, disse.

Atualmente, Rudenski é diretor do Instituto Ludwig Cancer Research (LCR) no Memorial Sloan-Kettering Cancer Center, em Nova York.

O Crafoord é um prêmio anual para promover e premiar especialistas nas áreas não cobertas pelos prêmios Nobel em ciências naturais. A cerimônia de premiação será realizada em Estocolmo, na Suécia, em 18 de maio.

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?  
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.