Abbyy Lingvo Live entra no mercado latino-americano

Empresa mira mercado-latino americano, onde cresce o uso de internet móvel e interesse pela aprendizagem de línguas on-line.

Empresa mira mercado-latino americano, onde cresce o uso de internet móvel e interesse pela aprendizagem de línguas on-line.

Kommersant
Plataforma on-line de dicionários múltiplos já está disponível em português e espanhol.

A Abbyy Lingvo anunciou que sua plataforma de dicionários múltiplos Abbyy Lingvo Live, que dá acesso a mais de 150 dicionários de 14 línguas, além de outras ferramentas linguísticas e de aprendizagem de línguas, já está disponível em português e espanhol.

Além disso, os usuários latino-americanos e ibéricos agora também terão a possibilidade de assinar o acesso offline ao serviço.

"Miramos, em primeiro lugar, as regiões em que cresce o interesse na aprendizagem de línguas estrangeiras e tecnologias on-line. Esse crescimento já desacelera na Europa em relação ao aprendizado on-line, com um crescimento de 5,8%, de acordo com a empresa Docebo, e não entra nas listagens regionais", explica o vice-presidente da Lingvo, Artiom Kumpel.

Já o Brasil e os países hispanofalantes, com populações de mais de 430 milhões, estão bem próximos aos EUA, e a demanda de ensino do inglês é muito alta. O crescimento anual do mercado de ensino on-line, em termos financeiros, é de quase 15%. Da mesma maneira, cresce muito a penetração da internet móvel nesses países, o que é muito importante para nós, já que apostamos justamente em aplicativos móveis."

Entre os destaques do serviço, estão a possibilidade de usar a plataforma cruzada de serviços para usar todos os dicionários em qualquer aparelho e salvar e sincronizar o histórico de traduções, a disponibilidade de dicionários gerais e especializados sem custos adicionais, a troca de mensagens com outros usuários ou dicionaristas da Abbyy para perguntar sobre palavras e significados, contribuindo para um dicionário colaborativo etc.

Com informações do portal Firrma

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.