App transforma passos em dinheiro virtual e permite compras on-line

Foco está em corredores e atletas, mas qualquer um pode usar o app

Foco está em corredores e atletas, mas qualquer um pode usar o app

Ingimage/Vostock-photo
Ainda só disponível no Reino Unido, Sweatcoin oferece leque de produtos e serviços, como roupas esportivas e sessões com personal trainer.

Os empreendedores russos Anton Derliatka e Oleg Fomin lançaram no Reino Unido este ano um aplicativo chamado Sweatcoin (swc), que paga a usuários por número de passos dados.

Para cada mil passos o usuário recebe um swc, que podem ser posteriormente usados na compra de produtos e serviços na plataforma de comércio do próprio aplicativo. Os itens disponíveis vão de roupas e calçados para esportes a sessão com um personal trainer.

“O futuro está no dinheiro virtual”, diz Fomin. “Hoje o mercado tem uma quantidade excessiva de bens e serviços. As pessoas não se movimentam nem o básico. Isso irá gradualmente encarecer o nosso produto.”

Em princípio, o foco do projeto está em pessoas que levam uma vida ativa, corredores e quem já usa aplicativos de fitness. Até hoje todos os usuários do Sweatcoin deram mais de um bilhão de passos e faturaram um milhão de swc.

Por enquanto, o serviço está disponível apenas para usuários britânicos de iPhone – segundo Fomin, a localização não foi escolhida ao acaso. “O Reino Unido enfrenta um grave problema de obesidade e muitos cidadãos ignoram o conceito de vida saudável”, diz.

Não há previsão de lançamento do Sweatcoin para Android ou usuários de outros países, como Brasil e Rússia.

FotoSegundo desenvolvedores do Sweatcoin, investimento inicial ultrapassou US$ 900 mil Foto: Reuters

Concorrência

Uma das vantagens do Sweatcoin sobre os seus concorrentes e contadores de passos é sua precisão. Com base em algoritmos próprios, bem como GPS e outras estatísticas, o programa não permite que o usuário se engane ou trapaceie.

“Por enquanto não existem equivalentes ao nosso aplicativos” destaca Fomin. “Há apenas empresas tentando premiar seus clientes por fazer atividade física.”

Mas a ideia de fazer dinheiro com movimento tem inspirado outros desenvolvedores, como o britânico BitWalking, que planeja lançar em breve um serviço semelhante.

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia no seu e-mail?  
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.