Capa de iPhone gera eletrocardiograma em tempo real

Aparelho ajuda a determinar ausência ou formas de arritmia

Aparelho ajuda a determinar ausência ou formas de arritmia

Press photo
Análise médica é diferencial do novo serviço, segundo desenvolvedores russos. Segundo cardiologista, tecnologia requer cautela, mas pode ser favorável.

Coloque os dois polegares sobre os sensores da uma capinha especial para iPhone e o CardioQVARK lhe enviará a transcrição de um eletrocardiograma (ECG) em apenas cinco minutos. Os dados são então enviados a um médico por meio de um aplicativo.

“Steve Jobs colocou um computador no nosso bolso, e agora tudo é feito a partir desse dispositivo: acesso a banco, compras, filmes, livros e previsão do tempo”, diz Aleksandr Ejkov, um dos principais investidores do CardioQVARK.

“Graças às mais recentes tecnologias, esse computador de bolso pode agora monitorar o órgão humano mais importante, o coração”, continua.

Totalmente desenvolvido e produzido na Rússia, o CardioQVARK segue, segundo o investidor, a tendência atual das empresas de mudar as linhas de produção de países asiáticos para o território nacional. “Um movimento ditado pelo rublo fraco”, explica.

Foto: Press Photo

Capa custa cerca de US$ 110 na Rússia, mas serviço é gratuito Foto: Press Photo

O aparelho está à espera de uma licença MFI (para o iPhone) e uma certificação de dispositivo médico, ambas necessárias para ingresso do serviço no mercado global. Ainda não há previsão de lançamento internacional do produto.

Na Rússia, onde já é usado, o CardioQVARK custa aproximadamente US$ 110.

Os desenvolvedores planejam também aperfeiçoar o dispositivo de modo que o ECG seja capaz de determinar a idade do indivíduo, e condições fisiológicas e emocionais.

Outros serviços

Existem alguns dispositivos portáteis capazes de gerar ECGs. Mas uma coisa é mostrar ao usuário o seu exame, e outra bem diferente é explicar gratuitamente os resultados, segundo os desenvolvedores do CardioQVARK.

Por exemplo, a capa para smartphone ECG Check (US$123), da Cardiac Designs, produz um ECG em tempo real, mas não analisa os dados transcritos.

Em outro dispositivo semelhante, o AliveCor (US$ 99), o usuário tem que pagar US$ 2 para um técnico cardíaco baseado nos EUA, e não um médico, enviar uma análise dos resultados dentro de 24 horas. O serviço express, em meia hora, custa US$ 5.

“O CardioQVARK é o primeiro serviço do tipo a transcrever automaticamente um eletrocardiograma em tempo real”, afirmam os desenvolvedores.

O dispositivo é compatível apenas com o iPhone 5/5S, mas ainda este ano será lançado na Rússia um modelo compatível com iPhone6/6S.

Uso com cautela

Embora considere uma “invenção interessante”, o cardiologista Mikhail Stepanov acredita que as funções do dispositivo são limitadas.

“O aparelho ajuda a determinar a presença ou ausência de várias formas de arritmia, mas não fornece informações sobre a condição do músculo cardíaco, a presença de isquemia, e não dá um diagnóstico preciso”, afirma.

“Está destinado apenas ao monitoramento de batimentos cardíacos”, diz Stepanov, acrescentando ser improvável que cardiologistas passem a fazer diagnósticos com base nos resultados do CardioQVARK.

“Para isso, são necessários estudos sérios, estudos que confirmem a ligação entre o sinal recebido a partir dos dedos e o resultado na tela.”

Apesar de defender o uso limitado desse tipo de tecnologia, Stepanov avalia de forma positiva a oportunidade de comunicação a longa distância entre médico e paciente.

Fonte: YouTube / CardioQVARK

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.