Órgão impresso em 3D funciona em ratos

A companhia deve passar a produzir outros órgãos em breve.

A companhia deve passar a produzir outros órgãos em breve.

Divulgação
Tireóide transplantada já produz hormônios, segundo vice-presidente do centro de inovações Skôlkovo.

Uma companhia do centro de inovações Skôlkovo, nos arredores de Moscou, criou uma tireóide na primeira bioimpressora de órgãos 3D do país que foi implantada em ratos com sucesso de acordo com o vice-presidente da companhia, Kirill Kaem. O êxito do transplante, segundo ele, não tem precedentes.

"Os projetos de bioinformática têm recebido grande atenção e têm crescido em quantidade. A companhia residente responsável por esse projeto é uma das cinco do mundo que produzem com propriedade bioimpressoras, e a primeira do mundo a imprimir um órgão funcional e a implantá-lo em um rato. O implante está funcionando no rato, a tireóide está produzindo hormônios. É um avanço sem precedentes", disse Kaem.

A companhia deve passar a produzir outros órgãos em breve, como rins e fígados, e já está comercializando suas bioimpressoras com outras companhias interessadas na tecnologia de bioimpressões 3D.

"Mas as impressões de órgãos humanos ainda devem levar um bom tempo, mais de 15 anos", disse Kaem.

Originalmente publicado pela agência Ria Nôvosti.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.