Médicos realizam primeiro transplante de rosto na Rússia

Primeira cirurgia de transplante facial da história aconteceu na França em 2005.

Primeira cirurgia de transplante facial da história aconteceu na França em 2005.

ITAR-TASS
Paciente com tecido facial transplantado havia sofrido queimadura elétrica. Embora conduzido em maio, procedimento foi anunciado só agora devido ao período de recuperação necessário.

Um militar que sofreu queimaduras elétricas há três anos foi submetido com êxito a uma operação de transplante de rosto, no primeiro procedimento do gênero realizado na Rússia, anunciou a ministra da Saúde, Veronika Skvortsova.

A cirurgia, realizada na Academia Médica Militar de São Petersburgo em maio deste ano, durou 18 horas. A Rússia é o oitavo país a realizar esse tipo de intervenção.

“Esta é a 32ª operação no mundo de transplante de tecidos faciais em uma pessoa com a face desfigurada por lesões”, disse a ministra, acrescentando que o sucesso da cirurgia foi anunciado só agora, devido ao período necessário para recuperação e acompanhamento pós-cirúrgico.

“Hoje podemos afirmar que a operação foi bem-sucedida”, disse Skvortsova. O paciente, cujo nome não foi revelado, agradeceu aos cirurgiões, dizendo que a operação lhe permitiria continuar estudando e trabalhando.

“Devido à operação, posso agora caminhar ao ar livre, conversar com outras pessoas e me sentir confortável”, disse o paciente que teve o rosto transplantado.

O Ministério da Defesa se comprometeu a resolver problemas de moradia do militar e continuar o acompanhamento de seu estado de saúde.

A cirurgia de transplante parcial de rosto foi realizada pela primeira vez na França em 2005 em uma mulher atacada por seu cão.

Publicado originalmente pela agência Tass

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.