Nicarágua ganhará estação do Glonass

Sistema de localização russo coloca em cheque o GPS

Sistema de localização russo coloca em cheque o GPS

Estação terrestre servirá inicialmente à agência espacial russa, enviando informações 24 horas por dia. Posteriormente, será passada ao Instituto de Telecomunicações da Nicarágua, de acordo com o chefe da instituição, Orlando Castillo.

Uma nova estação terrestre do sistema russo de localização por satélite Glonass será instalada na Nicarágua, segundo acordo assinado entre a Roscosmos e a Telcor.  

A estação ficará localizada na área de Carretera Sur e os trabalhos devem iniciar-se em meados de 2016.

A partir da estação, será possível receber informações dos satélites 24 horas por dia.

Inicialmente, a estação irá servir aos especialistas da agência espacial russa Roscosmos e, posteriormente, o Instituto de Telecomunicações da Nicarágua (Telcor), de acordo com o chefe da instituição, Orlando Castillo.

O acordo de cooperação espacial entre a Rússia e a Nicarágua foi ratificado pelos parlamentos de ambos os países em abril deste ano.

Segundo as condições colocadas pelo documento, os países irão explorar equipamentos espaciais conjuntamente e receber dados experimentais.

Além disso, a Nicarágua cederá terrenos para a instalação de equipamentos e instalações Glonass, de acordo com informações da agência Ria Nôvosti.

A Glonass já tem 19 sistemas de correção diferencial e monitoramento na Rússia, um no Brasil e três Antártida. Além disso, em um futuro próximo, os equipamentos serão instalados na China, Bielorrússia e Cazaquistão.

As novas estações  incrementam as características de navegação do sistema, assim como a precisão dos dados recebidos.

Com material do portal Rueconomics.Ru.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.