Vostótchni terá sistema inteligente de segurança

Para aumentar a segurança no cosmódromo, estão sendo instalados sistemas de vigilância, controle de acesso e sistemas de alarme contra roubo Foto: AP

Para aumentar a segurança no cosmódromo, estão sendo instalados sistemas de vigilância, controle de acesso e sistemas de alarme contra roubo Foto: AP

Cercas de concreto e arame farpado serão substituídas por aparato tecnológico. Com primeiro lançamento previsto para o final de 2015, cosmódromo vai garantir à Rússia acesso pleno ao espaço sideral.

As instalações do futuro Cosmódromo de Vostótchni, no Extremo Oriente russo, serão equipadas com sistemas de segurança modernos, combinando “o mais alto nível de segurança com o uso de tecnologias de ponta”. O anúncio foi feito pela assessoria de imprensa da Dalspetsstroy, agência estatal envolvida no projeto.

Os especialistas da Agência Federal de Construção Especial (Spetsstroy) estão atualmente finalizando detalhes técnicos, a construção de postos de controle e a instalação de cercas de arame na área de lançamento.

“Tudo isso nos permitirá instalar equipamentos de nova geração necessários para garantir a segurança no Vostótchni”, diz a nota divulgada pela assessoria de imprensa da Dalspetsstroy.

Para aumentar a segurança no cosmódromo, estão sendo instalados sistemas de vigilância, controle de acesso e sistemas de alarme contra roubo, além de redes de telecomunicações e sistemas para proteção de informações.

“O projeto do Vostótchni não estipula a construção de cercas altas de concreto ou arame farpado. Suas funções são transferidas para os ‘sistemas inteligentes’, capazes de garantir 100% de segurança tanto para os equipamentos, como para os funcionários”, acrescenta a nota da Dalspetsstroy.

As obras do cosmódromo de Vostótchni, na região de Amur, começaram em 2010. O seu primeiro lançamento está previsto para o final de 2015.

 

Publicado originalmente pela agência de notícias Tass

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.