Cientistas descobrem novos compostos químicos análogos ao DNA e ao RNA

Após a obtenção da patente, os cientistas planejam fundar seu próprio laboratório para a produção e pesquisa de compostos químicos destinados à indústria farmacêutica Foto: Shutterstock

Após a obtenção da patente, os cientistas planejam fundar seu próprio laboratório para a produção e pesquisa de compostos químicos destinados à indústria farmacêutica Foto: Shutterstock

Compósito poderá ser usado no desenvolvimento de medicamentos capazes de curar doenças genéticas.

Um grupo de cientistas do Instituto de Biologia Química e Medicina Fundamental de Novosibirsk identificou e sintetizou uma nova classe de compostos químicos análogos ao ácido desoxirribonucleico (DNA), denominados fosforilguanídios.

“Nós identificamos novos análogos de DNA e RNA. Não descobrimos substâncias isoladas, mas estabelecemos conexões para uma classe inteira de compósitos”, disse à Gazeta Russa um dos autores do projeto, Maksim Kupriúchkin.

Os cientistas conseguiram sintetizar artificialmente fragmentos de ácido nucleico como uma área espelhada da porção danificada do gene na qual precisa ser trabalhada. Dessa forma, torna-se capaz “desligar” ou “corrigir” as partes do genoma humano ou de outros seres vivos.

Com base na nova composição, os especialistas acreditam que será possível criar medicamentos passíveis de curar doenças genéticas, bem como outros vírus e infecções.

“A tendência mais ambiciosa nesta área é o desenvolvimento de medicamentos genéticos com base análoga ao de DNA. Outro domínio promissor seria, por exemplo, a criação de sistemas detectores de doenças”, sugeriu Kupriúshkin.
O cientista explicou ainda que o mecanismo de ação dos remédios genéticos análogos do genoma é universal. “Com essa tecnologia, poderemos criar drogas para curar doenças genéticas, virais e bacterianas, particularmente distrofia muscular de Duchenne, tuberculose ou ainda o câncer”, disse.

Após a obtenção da patente, os cientistas planejam fundar seu próprio laboratório para a produção e pesquisa de compostos químicos destinados à indústria farmacêutica. “A organização da produção completa de análogos de DNA exige cerca de 1,2 milhões de dólares. Estamos à procura de parceiros comerciais e investidores.”  

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.