Sibéria ganhará locomotiva elétrica mais potente do mundo

Utilização de um novo sistema de travagem através permite uma redução de consumo de energia eléctrica na ordem dos 15% Foto: TASS

Utilização de um novo sistema de travagem através permite uma redução de consumo de energia eléctrica na ordem dos 15% Foto: TASS

Locomotiva levará entre a Sibéria e o Extremo Oriente russo vagões de carga com até 7 mil toneladas, reforçando o transporte de mercadorias para a China.

Os testes de certificação da locomotiva eléctrica de corrente alternada, 4ES5K, encontram-se em fase de conclusão. “É óbvio que uma locomotiva tão potente é necessária nas vastidões da Sibéria e do Extremo Oriente do país. Precisamos de mais de 50 equipamentos desse tipo até 2020”, diz o diretor de projeto da locomotiva elétrica na Fábrica de Locomotivas Elétricas de Novocherkassk, Valéri Zadorojni.

“Trata-se de um elemento muito importante para o transporte de mercadorias para a China. O Transiberiano vai ao longo da fronteira chinesa, e nele é transportado gás, carvão, madeira”, acrescenta Zadorojni.

A utilização de um novo sistema de travagem através permite uma redução de consumo de energia eléctrica na ordem dos 15%. A velocidade com carga de 7 mil toneladas é de 50 a 60 km/h.

A locomotiva conta também com um novo sistema de microprocessadores para a condução, com um amplo leque de funções de diagnóstico do equipamento. Este sistema permite transmitir informações de diagnóstico aos centros de manutenção e reparo.

 

Publicado originalmente pela Voz da Rússia

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.