Entregas de “Orlan-10” às Forças Armadas cresceram 400%

O “Orlan-10” possui capacidade interna para cargas de até 5 kg Foto: RG

O “Orlan-10” possui capacidade interna para cargas de até 5 kg Foto: RG

O “Orlan-10” possui capacidade interna para cargas de até 5 kg, pode atingir altura de 5.000 metros e voar a velocidades de até 170 km/h.

Em 2014, o volume de fornecimento do complexo de vigilância "Orlan-10" às Forças Armadas russas cresceu 400%. O Ministério da Defesa planeja manter nível de compras desses veículos aéreos não-tripulados (VANTs) em 2015.

O “Orlan-10” possui capacidade interna para cargas de até 5 kg, pode atingir a altura de 5.000 metros e voar a velocidades de até 170 km/h.

Apesar do fato de a Rússia ainda não estar entre os líderes na área dos VANTs, que são EUA e Israel, o país está conduzindo uma série de projetos promissores. Eles incluem, por exemplo, o Dozor 600, um VANT de grandes dimensões, capaz de realizar ataques de precisão e um micro-VANT aerotransportado, projetado para ser utilizado em voo juntamente com o helicóptero de combate Ka-175, projeto que está na fase de definição do design.

Os veículos aéreos não-tripulados Orlan-20, Grucha, Granat, Leer e Forpost são usados para proteger as cidades contra possíveis ataques terroristas. Os VANTs enviam imagens e coordenadas de alvos ao seu posto de comando a uma altitude que varia entre 30 metros e 6.500 metros e permitem controlar a execução das missões de treinamento e de combate.

O equipamento tecnológico desses dispositivos permite enviar imagens do campo de batalha, observar os resultados do bombardeio e ajustar fogo de artilharia. O pequeno UAV Granat ajudou a aumentar a eficiência de fogo de artilharia em até duas vezes.

Todos os sistemas móveis de inteligência, controle e comunicações também funcionam como repetidores de sinais e enviam informações através de um canal a uma distância de 10 km.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.