Exposição em Moscou apresenta novidades na área de armamentos

Sistema de mísseis de defesa aérea S-400 Triumf Foto: Olga Sokolova

Sistema de mísseis de defesa aérea S-400 Triumf Foto: Olga Sokolova

A Gazeta Russa listou os cinco equipamentos mais promissores apresentados na Oboronekspo 2014.

Nos dias 13 a 17 de agosto, em Jukóvski, na região de Moscou, foi organizada a segunda exposição internacional de armas, tecnologia e inovação Oboronekspo 2014.

Apesar de sua história relativamente curta, a Oboronekspo já conseguiu se tornar um dos maiores eventos da área, onde são exibidos os exemplares mais modernos de armas terrestres russas e estrangeiras, equipamentos e tecnologias de uso militar.

A edição de 2014 apresentou de tecnologias militares já em utilização a protótipos de armas que ainda não tinham sido mostrados ao público. O serviço de notícias RBTH selecionou as cinco novidades mais interessantes do complexo militar-industrial russo presentes na exposição. Confira abaixo.

Sistema de mísseis de defesa aérea S-400 Triumf

Foto: Olga Sokolova

A apresentação do sistema de mísseis de defesa aérea S-400 Triumf, que está a serviço das Forças Armadas da Rússia e nunca tinha sido mostrado antes, foi a mais esperada da exposição.

Foram mostrados simultaneamente dois lançadores S-400, montados em chassis de veículos de reboque produzidos pela fábrica de automóveis de Briansk, e também radares que têm seu próprio chassi de autopropulsão.

O sistema de mísseis de defesa aérea é projetado para abater alvos aerodinâmicos (aeronaves da aviação tática e estratégica, “jammers” - aeronaves destinadas a comprometer o funcionamento de radares - e mísseis de cruzeiro), inclusive aqueles à base da tecnologia Stealth, mísseis balísticos com alcance de até 3.500 km, objetos hipersônicos e outros meios modernos de ataque aéreo.

A faixa de detecção de alvos do S-400 é 600 km, e o alcance em que podem ser atingidos alvos balísticos táticos é de sete até 60 km. Uma vez instalado, o complexo leva apenas três minutos para mudar para o estado de alerta máximo. Cada complexo pode realizar disparos simultâneos com o lançamento de 72 mísseis que podem atingir até 36 alvos.

Veículo de combate de contrassabotagem Taifun-M

Foto: Olga Sokolova

O veículo de combate de contrassabotagem Taifun-M, criado para uso das Forças Estratégicas de Mísseis da Rússia, é projetado com base no veículo blindado de transporte de pessoal BTR-82. O objetivo principal do Taifun-M é a proteção dos sistemas de mísseis estratégicos e combate contra as equipes de sabotagem e de inteligência.

Em comparação com o BTR-82, o Taifun-M tem algumas diferenças notáveis. Primeiro, no lugar da torre do veículo blindado de transporte está instalada uma torre relativamente pequena, controlada à distância, com metralhadora. Em segundo lugar, parte significativa do teto do veículo é ocupada por equipamento adicional localizado em dois anexos de metal com formas multifacetadas e complexas.

O equipamento do veículo permite monitorar o ambiente e identificar objetos potencialmente perigosos. O complexo é composto de radar e sistema óptico-eletrônico com canal de imagem térmica.

Veículo pesado sobre rodas de combate de infantaria Atom

Foto: Olga Sokolova

Outra novidade, mostrada pela primeira vez na Oboronekspo, é o veículo pesado sobre rodas de combate de infantaria Atom, desenvolvido pela fábrica Uralvagonzavod. Foi apresentada no evento uma réplica do veículo em tamanho real.

O Atom foi projetado para o transporte de unidades mecanizadas, para combate e apoio de fogo a fuzileiros. Sua aparência é significativamente diferente à de um veículo de combate de infantaria russo em seu formato típico. O veículo tem grande comprimento, blindagem forte, peso de até 32 toneladas e comporta uma tripulação de até 11 pessoas. Para o desembarque há uma rampa traseira e quatro portinholas no teto. O Atom é equipado com um canhão automático de 57 mm.

Tablets para a infantaria russa

Foto: Olga Sokolova

A unidade de controle de sistema eletrônico portátil consiste em tablets para comandantes e seus subordinados. "Graças ao tablet, o comandante consegue ver o esquema de localização das forças militares e de seus subordinados em um mapa eletrônico”, disse o vice-chefe do departamento de desenvolvimento da empresa de projetos Compass, Ivan Tchekvarkin.

O tablet pode ser ligado a vários recursos de inteligência, como, por exemplo, telêmetro a laser, câmara termográfica e câmera de vídeo. O equipamento pode ser instalado em veículos aéreos não tripulados e as imagens feitas podem ser baixadas e adaptadas aos mapas existentes.

“Atualmente, os tablets estão passando por testes governamentais, mas já são usados pelas tropas internas da Rússia, para as quais foi comprada uma pequena quantidade experimental”, disse Tchekvarkin.

Fuzil de precisão SV-338

Foto: Olga Sokolova

A principal novidade da empresa Kalashnikov na exposição foi o fuzil de precisão SV-338, projetado para equipar as forças armadas russas. O SV-338 é uma versão do fuzil do exército Record-338 e é equipado com ferrolho deslizante.

O fuzil de cinco tiros foi projetado para atingir o inimigo com alta precisão, inclusive com proteção individual, em distâncias de até mil metros. De acordo com especialistas, o SV-338 será usado pelas forças armadas russas e unidades especiais.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.