Iraque adquire caças russos para lutar contra radicais islâmicos

Em 20 de junho, Al-Maliki discutiu a possibilidade de adquirir caças russos em uma conversa por telefone com o presidente russo, Vladímir Pútin Foto: ITAR-TASS

Em 20 de junho, Al-Maliki discutiu a possibilidade de adquirir caças russos em uma conversa por telefone com o presidente russo, Vladímir Pútin Foto: ITAR-TASS

No último domingo (29), o primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki, recebeu cinco caças Su-25 que serão usados nos combates contra as forças do Estado Islâmico do Iraque e do Levante.

Por causa da crescente deterioração da situação interna no Iraque, o contrato para a venda de cinco caças russos Su-25 foi assinado rapidamente. Guerrilheiros do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL) tomaram o controle sobre importantes centros da indústria do petróleo e têm a intenção de tomar Bagdá.

A Rússia não é parceira casual do Iraque e esse contrato foi assinado por causa do agravamento das relações entre as autoridades de Bagdá e dos EUA. Al-Maliki culpou Washington pela derrota do exército iraquiano, que ocorreu por causa do atraso na venda do caças de múltiplas funções F-16. ]

Durante os últimos dias, os rebeldes conseguiram enfraquecer as forças aéreas do Iraque ainda mais. Em 25 de junho, tomaram uma base perto da capital, causando grandes danos a helicópteros, e atacaram a base de Camp Anaconda, uma das maiores do país, localizada em Yasrib.

Após essas derrotas, as Forças Aéreas do Iraque precisam de uma renovação urgente. Eles precisam dos caças modernos para retomar lugares-chave perdidos após 10 de junho.

Uma prova da  gravidade da situação é que o regime sírio de al-Assad foi forçado a fornecer apoio aéreo ao regime de al-Maliki.

Perigo para os interesses russos no Iraque

Moscou já vendeu armamento militar ao país árabe. Em 2012, a Rússia forneceu helicópteros de combate, sistemas de defesa antiaérea e outros equipamentos, cujo valor ultrapassa US$ 4,3 bilhões.

Em 20 de junho, Al-Maliki discutiu a possibilidade de adquirir caças russos em uma conversa por telefone com o presidente russo, Vladímir Pútin.

"Confirmamos apoio internacional da Rússia ao governo iraquiano para a expulsão imediata dos terroristas", declarou o presidente russo.

De acordo com o jornal “Vedomosti”, se trata da aquisição de 8 a 10 caças de múltiplas funções Su-27Sm e de seis caças Su-30K. O valor total do novo contrato com o Iraque é de US$ 500 milhões.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.