Corporação nacional vai desenvolver míssil hipersônico até 2020

A Rússia concluiu o desenvolvimento de um programa para criar tecnologias de mísseis hipersônicos Foto: PhotoXPress

A Rússia concluiu o desenvolvimento de um programa para criar tecnologias de mísseis hipersônicos Foto: PhotoXPress

Tecnologia inovadora deve acirrar concorrência com EUA, França e potencias asiáticas.

A Corporação de Mísseis Táticos planeja desenvolver o primeiro modelo de míssil hipersônico em 2020, informou o diretor-geral da empresa, Boris Obnosov, durante a exposição de armas e equipamento militar Kadex-2014, realizada na cidade cazaque de Astana.

“A Rússia concluiu o desenvolvimento de um programa para criar tecnologias de mísseis hipersônicos. Além disso, os ministérios da Defesa e da Indústria e Comércio já aprovaram o programa”, declarou Obnosov.

Para tanto, foram formados 12 grupos de trabalho com a participação de dezenas de institutos e empresas. “O principal agora é implementá-lo”, completou.

Os Estados Unidos e as principais empresas de outros países, como Índia, China e França, estão trabalhando intensamente em um míssil semelhante. “Se ficarmos para trás, será difícil alcançá-los mais tarde. É preciso estabelecer um trabalho objetivo e sistemático”, ressaltou o diretor-geral da Corporação de Mísseis Táticos.

“Engana-se quem pensa que amanhã vamos tirar um míssil hipersônico do bolso, pois o processo exige sérios progressos científicos e técnicos, testes, treinamento de pessoal e muitas outras coisas”, concluiu Obnosov.

 

Publicado originalmente pela agência Itar-Tass

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.