País investe em cluster de helicópteros perto de Rostov do Don

Complexo terá plataforma para a produção de helicóptero de alta velocidade Foto: Photoshot/Vostock-Photo

Complexo terá plataforma para a produção de helicóptero de alta velocidade Foto: Photoshot/Vostock-Photo

Centro industrial de Rostvertol, que faz parte da holding Helicópteros Russos, vai reunir vários fabricantes de helicópteros, além de um complexo de reparos e treinamento para pilotos e mecânicos.

“Logo terá início o Fórum Econômico de São Petersburgo, e estamos prontos para assinar um memorando sobre a criação e abertura de um novo cluster da indústria de helicópteros na cidade de Bataisk”, anunciou o vice-ministro de indústria e comércio, Iúri Slusar. “Além da montagem final dos helicópteros, consideramos que seria conveniente também o estabelecimento de uma plataforma para a produção de um helicóptero de alta velocidade.”

O cluster será parcialmente financiado pelo governo federal, com parte significativa dos investimentos coberta pelo Rostvertol, segundo a assessoria de imprensa da holding Helicópteros Russos. O valor total do investimento não foi revelado.

“A estrutura será criada a partir de um antigo campo de aviação e para seu funcionamento requer apenas a reforma da pista de voo e a construção dos edifícios de laboratório”, explica o diretor da agência de análises Infomost, Boris Ribak. O início das obras de construção já está programado para 2015, e o comissionamento da fábrica, para 2019.

Segundo o presidente-executivo da Helicópteros Russos, Aleksandr Mikheiev, o projeto dará origem a um ambiente seguro para testar helicópteros e condução de voos fora do perímetro urbano, sobre o território de uma base militar que não está sendo usada atualmente. “Ao contrário do Centro Nacional de Construção de Helicópteros, nos arredores de Moscou, onde é conduzida a pesquisa e o desenvolvimento científico dessa área de engenharia, o cluster de Bataisk será um parque tecnológico industrial”, diz.

 

Com materiais dos veículos Air Transport Observer, Kommersant e Rossiyskaya Gazeta

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.