Foguete que portava o mais caro satélite russo caiu 10 minutos após lançamento

Todas as viagens do Próton-M foram adiadas por período indeterminado até o esclarecimento das causas do desastre.

Na semana passada, uma situação da emergência prejudicou o lançamento do satélite russo de telecomunicações Express–AM4R, cujo valor supera € 200 milhões. “Durante a terceira etapa do trabalho do foguete, ocorreu uma situação de emergência e o dispositivo Express AM4R não foi colocado em órbita”, diz o relatório oficial da Roscosmos (agência espacial russa).

Os representantes do Centro Federal Espacial de Pesquisa e Produção de Khrunichev, responsável pela construção e lançamento dos foguetes Próton, se recusaram a comentar a situação. O Express AM4R é o décimo segundo dispositivo espacial perdido durante a colocação em órbita pelo foguete Proton-M desde 2010.

Os futuros lançamentos do foguete Próton-M, como o lançamento planejado para 15 de julho, foram suspensos até que a investigação seja concluída. “Atualmente, os representantes da Comissão Estatal estão analisando os dados de telemetria e tentam descobrir as causas que puderam provocar o acidente”, continua o relatório.

O foguete de lançamento Próton-M é projetado para lançamentos de dispositivos cósmicos para a órbita da Terra e, em seguida, para o espaço sideral. O aparelho é usado para o lançamento de dispositivos espaciais russos e estrangeiros de tipo comercial.

Atualmente não há alternativa ao Próton-M. O foguete Angara poderia substitui-lo, mas essa máquina está apenas começando a realizar os testes de verão, e seu primeiro lançamento está previsto para junho. A Rússia também dispõe de foguetes Soyuz, porém, são de classe diferente e têm muito menos capacidade do que o Próton, além do custo elevado.

Seguro-satélite 

O satélite Express AM4R, com peso de 5,7 toneladas, foi criado pela empresa europeia EADS Astrium, a pedido da corporação federal Comunicação Espacial. Destinado à radiodifusão, o satélite forneceria acesso à internet, telefonia e deveria se tornar o terceiro dispositivo da série Express. O período de expiração do dispositivo era estimado em cerca de 15 anos.

O custo do dispositivo perdido de comunicação Express AM4R ultrapassa US$ 28.8 milhões. De acordo com a agência de notícias Interfax, o satélite tinha seguro no valor de US$ 224,7 milhões.

Fonte: YouTube


Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.