Chuvas fortes serão mais comuns em 50 anos, diz especialista

Segundo os especialistas, o aquecimento global neste século influenciará sobretudo a Sibéria e as regiões subárticas Foto: RIA Nóvosti / Serguêi Mámontov

Segundo os especialistas, o aquecimento global neste século influenciará sobretudo a Sibéria e as regiões subárticas Foto: RIA Nóvosti / Serguêi Mámontov

Especialistas alertam que aquecimento global no país afetará a Sibéria e regiões subárticas.

Com o passar do tempo, os tornados podem se converter num fenômeno corrente e surgir em territórios mais vastos.

A informação foi dada por Vladislav Bólotov, diretor do Centro Panrusso de Monitoramento e Previsões, à RIA Novosti, que cita dados do MSE (Ministério de Situações de Emergência) da Rússia.

De acordo com a pasta, em 50 anos, fenômenos naturais perigosos no país, como trovoadas e chuvas fortes, serão muito mais frequentes do que hoje.

Segundo os especialistas, o aquecimento global neste século influenciará sobretudo a Sibéria e as regiões subárticas. O degelo dos solos pode ter graves consequências econômicas, principalmente colocando em risco os depósitos de resíduos radioativos.

Além disso, o MSE chama a atenção para o aumento das catástrofes naturais nos últimos vinte anos. O número de inundações, por exemplo, duplicou.

 

Com base em material daRIA Nóvosti e Interfax  

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.