Cooperação espacial é marco nas relações EUA-Rússia, declara Nasa

Nasa: "Operações na ISS continuam em base regular" Foto: Getty Images/Fotobank

Nasa: "Operações na ISS continuam em base regular" Foto: Getty Images/Fotobank

Agência espacial dos EUA tem esperança de perpetuar trabalhos conjuntos na ISS.

A Nasa não recebeu notificações de mudanças da Rússia na cooperação entre os países na Estação Espacial Internacional (ISS) e tem esperança de perpetuar a parceria, informou o serviço de imprensa da agência espacial dos EUA.

“A cooperação espacial é um marco nas relações EUA-Rússia, até mesmo na Guerra Fria, mas sobretudo nos últimos 13 anos”, declarou a Nasa em um comunicado. “As operações na ISS continuam em uma base regular”. Daqui menos de duas semanas,  a ISS receberá uma nova tripulação.

O vice-primeiro-ministro, Dmítri Rogózin, e o presidente da Roscosmos, Oleg Ostapenko, disseram que a decisão sobre a participação da Rússia na ISS depois de 2020 ainda está pendente, embora os EUA tenham anunciado recentemente a disponibilidade de o complexo orbital operar até 2024.

Além disso, ambos advertiram que a Rússia poderia cortar o fornecimento de motores dos foguetes americanos NK-33 e RD-180, se esses continuarem a ser usados para lançar satélites militares.

 

Publicado originalmente pela agência Itar-Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.