Novo sistema de mísseis antiaéreos já vigia os céus de Moscou

O tarefa principal do Regimento de Mísseis de Defesa Aeroespacial é a defesa do espaço aéreo de Mosco Foto: wikipedia.org

O tarefa principal do Regimento de Mísseis de Defesa Aeroespacial é a defesa do espaço aéreo de Mosco Foto: wikipedia.org

Tarefa principal do Regimento de Mísseis de Defesa Aeroespacial é a defesa do espaço aéreo de Moscou e do chamado Complexo Industrial Central do país.

As tripulações de combate do Regimento de Mísseis de Defesa Aérea de Zvenigorod, armadas com os novos mísseis de defesa aérea S-400 “Triumph”, assumiram a tarefa de alerta e de defesa do espaço aéreo no nos arredores de Moscou após um período de treinamento em simuladores “Tembr-M”. O anúncio foi feito na segunda-feira à ITAR-TASS pelo porta-voz do Setor de Defesa Aeroespacial (ASD), coronel Aleksêi Zolotukhin.

Além disso, espera-se que o sistema “Triumph” participe com oito lançadores de mísseis S-400 do desfile na Praça Vermelha em homenagem ao 69º aniversário da vitória na Segunda Guerra Mundial, no dia 9 de maio.

“O Regimento de Mísseis de Defesa Aérea de Zvenigorod, que em março deste ano recebeu os novos mísseis S-400 ‘Triumph’, bem como o complexo de defesa aérea Pantsir S-1, realizou com sucesso os testes de operação e controle do sistema S-400 na base de Kapustin Iar e agora entrou em serviço operacional de defesa aérea das áreas de Moscou e do Complexo Central Industrial”, declarou Zolotukhin.

“No primeiro semestre de 2014, mais de 200 oficiais do regimento de Zvenigorod passaram por treinamento e testes de controle e operação dos sistemas S-300 Favorit e S-400 ‘Triumph’”, acrescentou o coronel.

Zolotukhin ainda informou que “as tripulações foram submetidas a um treinamento de combate com os sistemas S-300 e S-400 em um ambiente complexo de ameaças aéreas, onde foram utilizados simuladores Tembr-M e aeronaves reais”.

O simulador Tembr-M é capaz de simular todas as condições de combate em tempo real e em uma dimensão geográfica real. Mesmo estando na região de Moscou, por exemplo, as tripulações podem utilizar mapas digitais de outros lugares, o que as torna capazes de simular a operação dos sistemas S-300 e S-400 em qualquer região do mundo.

“No ano passado, foram realizados 30 sessões de treinamento em atividades táticas e de comando e controle. O regimento já treinou mais de 70 equipes de comando dos sistemas antiaéreos dos batalhões e mais de 1.000 militares que compõem as tripulações dos respectivos sistemas”, acrescentou o representante do Setor de Defesa Aeroespacial.

Caixa de texto

O tarefa principal do Regimento de Mísseis de Defesa Aeroespacial é a defesa do espaço aéreo de Moscou e do chamado Complexo Industrial Central do país, protegendo objetos de alto valor agregado, como os prédios do governo e da administração militar, da indústria e outros complexos de energia, comunicação e transporte de ataques aéreos inimigos.


Publicado originalmente pela agência ITAR-TASS 

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.