Melhores iates do mundo são expostos em Moscou

A feira Moscou Boat Show, que esse ano foi organizada pela sétima vez no centro de exposições Crocus City, é considerada um dos maiores eventos de iates do mundo. Este ano, cerca de 350 participantes de Rússia, Reino Unido, Alemanha, EUA, Holanda e outros apresentaram as últimas novidades do mundo de iates a motor e a vela em três salas do complexo de exposições.

Foto: Olga Sokolova

Os produtores nacionais e estrangeiros têm grandes esperanças no mercado russo de iates. Apesar dos preços altos, o número de encomendas para novos barcos, inclusive para os de classe executiva, está crescendo. Por esse fato se explica a vontade dos operadores principais do mercado de trazer quase toda a gama atual de seus produtos para a feira Moscou Boat Show, apesar dos enormes gastos de transporte.

Neste ano, o lugar mais fantástico do Boat Show foi uma sala onde foram apresentados os melhores produtores do mercado de iates de luxo, os mais procurados na Rússia. Entre as empresas de destaque estavam o Grupo Burevestnik, a Akvatehnika,  a Azimut Yachts Russia, a West Nautical e a empresa inglesa Princess Yachts International plc.

Além de motores potentes que permitem aos iates a motor atingir velocidade de cerca de 30 nós ou mais,  característica necessária desse tipo de barco, chama a atenção o design  de cabines de classe executivo, salões e outros interiores. O preço desses barcos vai de várias centenas de milhares até milhões de dólares.

Como mostra a prática, os russos preferem usar sua  “frota” principalmente em lagos e reservatórios na parte central da Rússia, no Mar Negro e Mar Cáspio, bem como no Mediterrâneo. Assim,  os iates de luxo a motor são muito procurados entre os russos que adquiriram propriedades na Espanha e no sul da França.

O iate de 55 pés “Sunseeker Manhattan 55”  foi apresentado pela primeira vez. Os ingleses do Princess Yachts International plc,  que no total apresentaram cinco iates a motor, também alegraram o público com o novo iate “Princesa 43”, cuja estreia ocorreu durante a feira Dusseldorf Boat Show 2014,  organizada em janeiro deste ano.

Educação do mar

Além de iates de luxo, também foram exibidos veleiros, inclusive os destinados para envolvimento de crianças e adolescentes nesse tipo de esporte.

De acordo com Andrêi Poltanov, coordenador da “Quem é Quem”, parceria não comercial para ajudar na promoção de esporte de vela, a prática da modalidade por crianças é desenvolvida em locais da Rússia onde nem sempre há lugar apropriado para. O fator mais importante é a presença de pessoas com iniciativa e habilidades organizacionais, diz Poltanov.

“Hoje em dia, entre essas cidades, eu mencionaria Moscou, São Petersburgo, Taganroge e Vladivostok”, disse Poltanov. “Em outras cidades, onde há bastante água, entusiastas apoiam a frota antiga e de vez em quando compram barcos novos. Aqui na feira há muitas pessoas interessadas em comprar barcos, tanto para si quanto para seus filhos, às vezes para clubes. Muitos clubes de iates hoje em dia se instalam  nos bairros de condomínios  situados perto da água.”

Iate feito à mão

O mais original durante a feira foi o pequeno iate caseiro “Said”, com apenas 3,7 metros de comprimento, tamanho que não impediu Eugene Gvozdev de Makhachkala, de 65 anos de idade, de fazer  uma viagem ao redor do mundo entre 1999 e 2003. Gvozdev fez o “Saida” a mão, de fibra de vidro e com vários materiais de sucata.

Sua terceira viagem ao redor do mundo, esta no iate  “Getan 2”, no entanto, acabou em tragédia para. No dia 19 setembro de 2008, ele partiu de Novorossisk e em 10 de dezembro as autoridades italianas informaram oficialmente que o iate e o corpo do viajante foram encontrados na costa, perto de Nápoles. A causa da morte ainda não foi estabelecida.

Gvozdev foi o único viajante russo de iate a realizar duas viagens ao redor do mundo sob a bandeira russa e do território da Rússia. Além disso, Gvozdev foi único que realizou essa viagem em um bote de passeio e quem passou pelo Estreito de Magalhães, de leste a oeste, em um iate minúsculo.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.