Centro de treinamento de recrutas terá simulares a laser

Prova com simulações táticas reais só será feita após os três meses de treinamento Foto: ITAR-TASS

Prova com simulações táticas reais só será feita após os três meses de treinamento Foto: ITAR-TASS

Na pequena cidade de Mulino, em Nijni Novgorod, está sendo construído um novo centro de treinamento do Distrito Militar Ocidental totalmente computadorizado. Ligado em rede única de informação e comunicação, terá simuladores de tiro e de acertos a laser para treinamento de brigadas.

Na frente de computadores e simuladores, estarão soldados, sargentos, condutores de carros de combate, comandantes de tripulação, artilheiros e operadores de sistemas de mísseis antitanque, entre outros. Passarão pelo centro nada menos que 6.500 pessoas por  trimestre.

As ações de cada um deles serão gravadas em um banco de dados computadorizado, e depois analisadas para que aprendam com os erros e acertos. Não haverá tiros, assaltos com fogo e bombardeios de verdade. Somente ao final do treino trimestral, quando todos os soldados e oficiais de brigada passarem pelo treinamento nos computadores e simuladores, é farão um exame com simulações táticas reais.

“Os lasers simularão os tiros de todos os tipos de armas, desde pequenas até a de um tanque, inclusive artilharia de longa distância, de acordo com as suas características tático-técnicas reais”, explica o primeiro vice-ministro da Defesa, Arkádi Bakhin. 

No equipamento dos soldados e oficiais, serão implantados transmissores especiais na blindagem dos equipamentos de combate, que gravarão o acerto do feixe de laser e consequentemente a perda de um soldado ou divisão.

O novo centro de treinamento de Mulino entrará em operação até 1º de setembro deste ano. Outro complexo semelhante será construído perto de Tchitá, na região de Zabaikalski, até 2016.

Parceria russo-alemã

O projeto do novo centro de treinamento de Mulino foi elaborado com a participação da empresa Rheinmetal, que construiu e ajuda utilizar complexo semelhante da Bundeswehr, em Altenmarkt. Mas o complexo russo não será uma cópia exata do complexo alemão. 

A empresa alemã, conforme contrato assinados com os militares russos, responde pela venda de infraestrutura de comunicação, aparelhagem para análise dos combates de treinamento, bem como sistemas de simulação de combate com laser. Mas a metódica de ensino e programas de simuladores computadorizados foram feitos por especialistas russos.

“Criamos um modelo para cada unidade militar, seja brigada de desembarque aéreo ou fuzileiros navais”, diz Bakhin. “Se a brigada é de fuzileiros navais, para ela será criado um modelo de teatros marinhos de atividades militares.”

Plano trimestral

Os novos centros de treinamento vão uniformar o treinamento dos recrutas, tarefa que era cumprida individualmente por cada tipo e gênero de tropa. Depois da união das unidades terrestres, de aviação, marítimas e tropas de desembarque, foi decidido unificar a formação dos novos comandantes.

Os centros de treinamento mistos, como o que está sendo construído em Mulino, serão semelhantes a uma academia de soldados. O programa de treinamento, com amplo uso de simuladores e programas de computador, vão durar três meses e englobar 70 profissões militares.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.