Aviões militares viram laboratórios voadores

Yak-42D "Rosguidormet " Foto: RIA Nóvosti

Yak-42D "Rosguidormet " Foto: RIA Nóvosti

Equipados com tecnologia para pesquisa científica, veículos podem monitorar condições climáticas e ambientais.

A transformação de um avião militar em comercial continua sendo a única maneira de explorar todo o potencial desses veículos. Uma das alternativas para modernizá-las é criar uma base de laboratórios voadores que monitoram o tempo, o clima e as condições ambientais.

M-17 x M-55

Desenvolvido a partir do interceptor de alta altitude M-17, o M-55 realizou o seu primeiro voo em 1988. Embora à primeira vista seja difícil distinguir o M-17 do M-55, a verdade é que foi criado um avião praticamente novo. Da construção antiga restou apenas o trem de aterragem. A aeronave passou a ter dois motores, a fuselagem foi toda construída de novo, o espaço interior aumentou significativamente para albergar todo o equipamento de reconhecimento e pesquisa. O peso máximo de decolagem também aumentou de 18,4 para 24 toneladas.

Em dezembro passado, a Fábrica de Engenharia Mecânica de Jukovski (EMR, na sigla em russo), nos arredores de Moscou, conhecida pela criação de bombardeiros estratégicos e de aviões de reconhecimento de grande altitude, apresentou o avião-laboratório Yak- 42D Rosguidromet.

Com a ajuda da aeronave, os funcionários do Ministério de Recursos Naturais e Ecologia pretendem melhorar o modelo de previsão do tempo e das mudanças climáticas.

O avião, equipado com tecnologia para pesquisa científica, será capaz de medir até mil parâmetros atmosféricos graças a sete softwares e mais de 50 sensores externos. Os instrumentos serão operados por 14 pessoas a bordo do veículo.

“Nenhum satélite em órbita pode se igualar a ele”, disse o ministro dos Recursos Naturais e Meio Ambiente, Serguêi Donskoi, durante a apresentação da máquina.

Um programa federal de 2008 prevê a construção de dois laboratórios voadores. Além do Yak-42D, a segunda aeronave deve ser uma versão atualizado do modelo M-55 “Geofísica”, veículo de reconhecimento em grande altitude dos anos 1980. Tal como o M-17, modelo em que o M-55 foi baseado, este avião vem sendo utilizado para fins ambientais desde 1994.

 

Publicado originalmente pelo VPK

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.