Pútin propõe uso de câmeras inteligentes para identificar imigrantes

Câmeras inteligentes podem se tornar nova arma contra o crescente fluxo migratório Foto: Wikicommons

Câmeras inteligentes podem se tornar nova arma contra o crescente fluxo migratório Foto: Wikicommons

Tecnologia ajudaria a manter controle sobre trabalhadores oriundos das ex-repúblicas soviéticas.

A proposta do presidente foi anunciada nesta terça-feira (5), após reunião com o diretor de uma startup que utiliza câmeras inteligentes para identificar rostos e carros das pessoas, garantindo acesso seguro a caixas eletrônicos e áreas de estacionamento.

Segundo Pútin, esse tipo de tecnologia ajudaria o Serviço Federal de Imigração a manter o controle sobre os trabalhadores imigrantes das ex-repúblicas soviéticas, que podem entrar no país sem visto.

A insatisfação pública com o aumento do número de trabalhadores estrangeiros aumentou nos últimos meses, e milhares de imigrantes foram detidos em operações policiais realizadas em Moscou.

A força policial da capital foi temporariamente colocada em alerta durante os enormes protestos anti-imigração no mês passado, depois de um russo de 25 anos ter sido supostamente assassinado por um cidadão do Azerbaijão.

 

Publicado originalmente pelo The Moscow Times

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.