Radar portátil para operações antiterroristas será submetido a testes em 2014

Holograf será utilizado em ações das unidades especiais envolvidas em resgate de reféns Foto: ITAR-TASS

Holograf será utilizado em ações das unidades especiais envolvidas em resgate de reféns Foto: ITAR-TASS

Novo aparelho é capaz de detectar movimentos de pessoas atrás de paredes de tijolo, concreto, madeira, gesso e argila.

O radar portátil Holograf, projetado pelo Icpqm (Instituto Central de Pesquisa de Química e Mecânica) para o uso em operações antiterroristas com vista à coordenação das ações das unidades especiais envolvidas em resgate de reféns, será submetido a testes pelas forças especiais da Rússia no próximo ano.

O radar emite pulsos de rádio ultra-curtos em uma frequência de 1 GHz a 4 GHz. As ondas refletidas permitem detectar o movimento atrás de uma parede a uma distância de 6,5 metros. Compacto, o dispositivo pesa 4,5 kg, podendo suportar a queda em concreto de uma altura de 1 metro e ser usado a temperaturas de -20º C a 50º C.

De acordo com seus criadores, o radar é de fácil manuseio: qualquer pessoa pode aprender a usá-lo em 15 minutos. Além disso, o dispositivo pode ser acionado por uma só mão.

"Ele possui poucas configurações, com um botão de energia e indicações muito compreensíveis", disse um representante do Icpqm.

Segundo um oficial do Departamento Geral de Informações Militares que combateu na Tchetchênia, o uso desse radar poderia ter salvo muitos civis e soldados de unidades especiais na guerra naquele país.

"Esse dispositivo será necessário a unidades antiterroristas envolvidas no resgate de reféns, como o grupo Alfa ", disse o oficial. "O dispositivo é muito útil para a identificação de alvos atrás de obstáculos que não podem ser destruídos, como, por exemplo, a fuselagem de um avião. Isso permitirá atacar inesperadamente o inimigo e proporcionará 50% do sucesso. O novo radar pode salvar muitas vidas", disse ele.

O novo radar é capaz de detectar movimentos de pessoas atrás de paredes de tijolo, concreto, madeira, gesso e argila. O mais importante é que o material não contenha água, disse o representante do Icpqm. Cada dispositivo custará 1,2 milhão de rublos (cerca de R$ 81 mil).

 

Publicado originalmente em russo pelo Izvéstia

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.