Mergulhadores avançam nas buscas de meteorito de Tcheliábinsk

Grupo está realizando expedição no lago Tchebarkul desde o início de setembro Foto: RIA Nóvosti

Grupo está realizando expedição no lago Tchebarkul desde o início de setembro Foto: RIA Nóvosti

Uma equipe de mergulhadores está tentando trazer à superfície o maior pedaço do corpo celeste que caiu em 15 de fevereiro deste ano no lago Tchebarkul, nos arredores de Tcheliábinsk. Porém, devido a sedimentos de cor escura ricos em matéria orgânica, até agora eles só conseguiram tocar o objeto com uma sonda e recolher pedaços menores.

A equipe consiste em quatro mergulhadores, o chefe da expedição e seu assistente. “Estamos cavando uma espécie de poço no fundo do lago”, explica o diretor técnico da empresa contratada para resgatar o meteorito, Maksim Chipúlin. Os mergulhadores trabalham sete dias por semana, e o serviço só é interrompido durante uma breve pausa para o almoço.

Após resgatar três pedaços do meteorito no último dia 26, os mergulhadores esperam terem localizado o “grande meteorito”. “Inicialmente, pensávamos que o fragmento tinha um diâmetro de seis metros. Hoje, verificamos que seu diâmetro chega a 20 metros.”

“O risco está sempre presente. Quando mais fundo os mergulhadores descem, mais difícil é o trabalho”, comenta Chipúlin. “Além disso, coisas incríveis estão acontecendo conosco: nosso bote furou,  os motores pifaram e diversos instrumentos falharam”, acrescenta.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.