Jogo que retrata atuação do Exército Vermelho na Segunda Guerra deixa de ser vendido na Rússia

Algumas características do enredo e da jogabilidade, tidas como controversas e não confiáveis, causaram indignação entre os jogadores russos Foto: site oficial do "Company of heroes"

Algumas características do enredo e da jogabilidade, tidas como controversas e não confiáveis, causaram indignação entre os jogadores russos Foto: site oficial do "Company of heroes"

Algumas características do enredo e da jogabilidade, tidas como controversas e não confiáveis, causaram indignação entre os jogadores russos.

O jogo de videogame “Company of Heroes 2”, produzido pelo estúdio canadense Relic, deixou de ser vendido na Rússia pela empresa 1C-SoftClub, distribuidora do game na região. O jogo de estratégia narra eventos na frente oriental da Segunda Guerra Mundial.

Algumas características do enredo e da jogabilidade, tidas como controversas e não confiáveis, causaram indignação entre os jogadores russos.

"Nós não ficávamos fugindo de metralhadoras que supostamente atiravam em nossas costas. Estávamos lutando pela nossa pátria”, declarou em uma entrevista ao jornal “Izvéstia” de Samara o veterano da Segunda Guerra Ivan Karnaukhov, que participou da batalha de Kursk-Orel.

Evgêni Bajenov, um popular vlogueiro russo, apelidado de “BadComedian”, gravou um vídeo no qual, durante mais de 30 minutos, revisa de maneira detalhada os erros factuais e os momentos ambíguos do jogo (https://www.youtube.com/watch?v=2m4SCUaBHS8). Por meio de iniciativa sua, mais de 20 mil pessoas assinaram uma petição em apoio à proibição da venda do jogo na Rússia.

As empresas Sega, responsável pelo lançamento do jogo, e Relic anunciaram estar analisando o tema seriamente e investigando a questão com todos os parceiros relevantes.

Situação semelhante ocorreu em 2009. Na ocasião, foi cortado o episódio "No Russian", da versão russa de “Call of Duty: Modern Warfare 2“, em que o jogador assassinava pessoas indefesas em Sheremetievo como parte integrante de um grupo de terroristas russos. 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.