“Novo período glacial será inevitável”, garantem cientistas

Pesquisadores associados à Academia de Ciências da Rússia afirmam que novo ciclo do período glacial deverá começar em 50 anos Foto: wikipedia.org

Pesquisadores associados à Academia de Ciências da Rússia afirmam que novo ciclo do período glacial deverá começar em 50 anos Foto: wikipedia.org

Pesquisadores associados à Academia de Ciências da Rússia afirmam que novo ciclo deverá começar em 50 anos.

Os cientistas do Instituto de Ecologia Vegetal e Animal filiado à Academia de Ciências da Rússia vinham pesquisando como era a vida há milhares de anos para entender os problemas ecológicos atuais.

“Na Terra, tudo é cíclico, assim, o período quente é sucedido por um período frio e vice-versa. Atualmente estamos em um período de aquecimento”, explica Vladímir Bogdanov, diretor-geral do instituto.  

Porém, ao contrário dos períodos anteriores, o novo ciclo está se desenvolvendo muito rapidamente e, ao longo dos últimos cem anos, tem se observado uma rápida migração de animais e plantas para o hemisfério Norte.

“Pelas nossas observações, o aquecimento climático da Terra continuará a acontecer por, no mínimo, mais 50 anos. Esse fato é mais perceptível em altas latitudes, como no Ártico e nas montanhas”, afirma Váleri Mazepa, chefe do Laboratório de Dendrocronologia do instituto.

Ao fim do presente ciclo, o período de resfriamento global do planeta não poderá ser evitado sugerem os cientistas. “As atividades humanas só poderão influenciar na intensidade do frio que estará fazendo no próximo período glacial da Terra. Isso dependerá de o quanto os gases de efeito estufa terão poluído a atmosfera”, salienta Pável Kosintsev, chefe do laboratório de Paleoecologia do instituto.  

 

Publicado originalmente pela ITAR-TASS

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.