Rússia sediará final do Campeonato Mundial de Programação por dois anos consecutivos

O Campeonato Mundial de Programação se realiza entre equipes de estudantes desde 1977, sob a égide da Associação para Maquinária da Computação ACM Foto: AP

O Campeonato Mundial de Programação se realiza entre equipes de estudantes desde 1977, sob a égide da Associação para Maquinária da Computação ACM Foto: AP

Informação foi confirmada pelo diretor da competição; final do campeonato deste ano será realizada no próximo dia 3 de julho, em São Petersburgo.

A Rússia será o primeiro país da região Euro-Asiática a ganhar o direito de realizar as finais do Campeonato Mundial de Programação por dois anos consecutivos.

A informação foi confirmada na última quinta-feira (20) pelo diretor das competições, Bill Paucer (professor da Universidade de Baylor, no Texas, EUA)

A final do campeonato deste ano será realizada no próximo dia 3 de julho, em São Petersburgo. Em 2014,  Iecaterinburgo sediará o evento entre 22 a 26 de junho.

O Campeonato Mundial de Programação se realiza entre equipes de estudantes desde 1977, sob a égide da Associação para Maquinária da Computação ACM, a maior e mais antiga organização internacional no campo da ciência da computação.

Bill Paucer, diretor das competições, observou que conquistar medalhas é muito difícil.

"Dos 300 mil estudantes que estudam programação em 2.000 instituições de ensino superior localizadas em 91 países, cerca de 40 mil participam do campeonato. Delas, apenas 300 jovens programadores, que formam as 120 equipes, chegam às finais. Somente 12 equipes conquistam as medalhas do torneio, as melhores entre as melhores. Os vencedores recebem um prêmio em dinheiro de cerca de US$ 17 mil", contou Paucer.

"Normalmente fazemos um rodízio. Tentamos organizar de tal maneira que o torneio seja realizado em universidades de diferentes países. Tirando os Estados Unidos, onde o campeonato foi realizado por vários anos consecutivos, não foram muitos os países aos quais foi concedido o direito de sediar a final desse torneio por dois anos seguidos”, enfatizou Paucer. “Na Eurásia Central, por enquanto, a Rússia é o único país que fez jus a esse direito."

Ele destacou que a comissão organizadora não poderia dizer "não" à São Petersburgo nem à Iecaterinburgo.

"Naquele momento, eram as melhores propostas do mundo entre as apresentadas para a nossa análise", salientou ele.

O acordo para realizar o Campeonato Mundial de Programação de 2014 em Iecaterinburgo foi assinado por Paucer e pelo reitor da Universidade Federal dos Urais, Viktor Koksharov.

Em Iecaterinburgo está prevista a chegada de representantes de 120 países. A  IBM irá disponibilizar US$ 1 milhão para a realização do campeonato.

De acordo Paucer, a participação na final do campeonato é um bom currículo para os programadores. Por exemplo, alguns participantes do torneio desenvolveram aplicativos, tais como o Google Maps, e também conseguiram ocupar posições de liderança em grandes empresas de tecnologia da informação do mundo. De acordo com Paucer, nos próximos seis anos, as finais do Campeonato Mundial de Programação serão realizadas, além da Rússia, em universidades de Brasil, Índia, Tailândia, Canadá e EUA.

 

Publicado originalmente pela agência ITAR-TASS

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.