Polícia se prepara para repelir invasões de hackers

Governo investirá US$ 4 mi contra "hooligans" virtuais Foto: AP

Governo investirá US$ 4 mi contra "hooligans" virtuais Foto: AP

Cresce o número de ataques de “hooligans” virtuais aos sites de autoridades públicas na Rússia.

O Ministério do Interior russo abriu uma licitação para o desenvolvimento de um sistema de prevenção e detecção de ataques a computadores. Serão investidos, no total, até 4 milhões de dólares para a execução desse plano.

O protótipo do software deverá incluir um subsistema de monitoramento de ataques a computadores e equipamentos especiais, além de interagir com Serviço Federal de Segurança (FSB, na sigla em russo) para a transmissão de dados estatísticos.

Em fevereiro deste ano, o secretário do Conselho de Segurança, Nikolai Patruchev, divulgou um aumento no número de ataques cibernéticos nos sites dos órgãos públicos.

De acordo com as estimativas oficiais, as páginas da presidência, da Duma de Estado (câmara baixa do parlamento) e do Conselho da Federação (câmara alta do parlamento) sofrem até 10 mil ataques por dia.

O presidente Vladímir Pútin já havia solicitado ao FSB que criasse, em um curto prazo, um sistema para detectar, prevenir e repelir os ataques aos bancos de dados da Federação Russa.

Publicado originalmente pela RIA Nóvosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.