Russo vence prêmio científico no valor de US$ 3 milhões

Aleksandr Poliakov recebe o Fundamental Physics Prize.  Foto: GettyImages_Fotobank

Aleksandr Poliakov recebe o Fundamental Physics Prize. Foto: GettyImages_Fotobank

Aleksandr Poliakov, ex-membro do Instituto Landau de Física Teórica que atualmente integra a equipe da Universidade de Princeton, venceu o Fundamental Physics Prize. O prêmio foi concedido por suas descobertas na área de física quântica, teoria das cordas e monopolos magnéticos.

Aleksandr Poliakov conquistou o prêmio principal entre os cinco vencedores da categoria “Fronteiras da Física”. Além do russo, também foram premiados os cientistas Charles Kane, Laurens Molenkamp e Shoucheng Zhang, pela previsão teórica e descoberta experimental de isoladores topológicas, e Joseph Polchinski.

O valor de US$ 3 milhões concedido ao primeiro lugar representa mais do que o dobro da quantia atual do prestigiado Nobel, cujo valor gira em torno de US$ 1,2 milhões. Os demais premiados receberão 300 mil dólares cada. 

A cerimônia de anúncio dos premiados foi realizada na sede do Centro Europeu de Pesquisas Nucleares (CERN), em Genebra, e transmitida pela internet no site do instituto.

O evento foi conduzido pelo ator e diretor norte-americano Morgan Freeman, e contou com a presença do pianista Denis Matsuev.

O Fundamental Physics Prize foi criado em julho de 2012 por um dos fundadores da holding da internet Mail.Ru Group, Iúri Milner, com o objetivo de reconhecer físicos envolvidos em pesquisas fundamentais.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.