Brics adota plano de desenvolvimento de meios de comunicação

Os participantes do fórum ainda manifestaram a disposição para cooperar em coberturas de eventos internacionais.

Os participantes do fórum ainda manifestaram a disposição para cooperar em coberturas de eventos internacionais.

Panthermedia/Vostock-photo
Empresas de comunicação defendem criação de fundo conjunto para o setor.

Os participantes do primeiro Media Forum do Brics, realizado na China, adotaram um plano de desenvolvimento de cooperação entre os meios de comunicação dos países do grupo.

De acordo com o plano, os meios de comunicação do Brics vão desenvolver a cooperação de maneira prática. Isso inclui a realização de entrevistas conjuntas, publicação de comunicados de imprensa e intercâmbio de profissionais.

Os participantes do fórum ainda manifestaram a disposição para cooperar em coberturas de eventos internacionais, preparação e formação de jornalistas e troca de publicações.

O comunicado final ressaltou a importância da economia para os meios de comunicação. Uma prova disso foi o comprometimento dos participantes em criar uma plataforma profissional para troca de informações econômicas e financeiras, em tempo real.

Os diretores dos meios de comunicação também se comprometeram em intensificar o intercâmbio de informações entre as empresas do Brics, para ajudar os empresários e melhorar o controle dos riscos econômicos.

Durante o fórum, o diretor-geral da agência de notícias chinesa Xinhua sugeriu criar o Brics Media Fund. Segundo ele, seria um programa de cooperação entre as empresas de comunicação do bloco. A Xinhua já sinalizou que estaria pronta para investir US$ 1 milhão na iniciativa.

O Media Forum do Brics contou com a presença de 27 agências de notícias, canais de televisão, jornais e outros meios de comunicação do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.

 

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.