Brics adotam cooperação em desastres naturais

Rijiju: “A Índia uma das maiores e mais eficientes forças de resposta a desastres”

Rijiju: “A Índia uma das maiores e mais eficientes forças de resposta a desastres”

Getty Images
Força-tarefa reunirá expertise de países-membros em diferentes cenários. Grupo criado manterá contatos e intercâmbios em uma base regular.

Nas vésperas da 8ª cúpula de líderes do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), representantes dos cinco países participaram de uma reunião de dois dias sobre gestão em desastres, na cidade indiana de Udaipur, na semana passada.

A Declaração de Udaipur, criada durante o encontro, delineia os desafios comuns dos países do Brics contra catástrofes, sejam naturais ou causadas pelo homem.

Por meio dela, foi criada uma Força-tarefa Conjunta para Gestão de Risco de Desastres, que se compromete a estabelecer diálogo e intercâmbios regulares, segundo Kiren Rijiju, ministro indiano do Interior.

Segundo Rijiju, os ministros chegaram a acordo sobre um roteiro para a implementação da tarefa, “no qual todos nós resolvemos trabalhar juntos na troca de informações, experiências sobre a gestão de desastres, pesquisa e tecnologia de previsão e alerta precoce em inundações e condições climáticas extremas, bem como a capacitação dos agentes envolvidos na gestão de desastres”.

“A Índia é uma terra sujeita a desastres e temos uma das maiores e mais eficientes forças de resposta a desastres. A China é especialista em lidar em situações de terremoto, enquanto a Rússia lidera na gestão de incêndios”, continuou Rijiju, citado por agências de notícias.

Segundo relatou um oficial à Gazeta Russa, que não quis ser identificado, a Declaração de Udaipur será oficialmente apresentada durante a cúpula de líderes do Brics, que será realizada em Goa nos dias 15 e 16 de outubro.

“Dada a frequência e regularidade com que desastres, sobretudo naturais, acontecem, essa é uma iniciativa muito importante”, disse a fonte.

A discussão sobre o tema foi iniciada durante reunião informal de líderes do Brics à margem da Cúpula do G20 em São Petersburgo, em 2013.

Todos os países-membros do Brics assinaram o Acordo de Paris sobre mudanças climáticas, em abril passado. Também adotaram o Marco de Sendai para a Redução do Risco de Desastres 2015-2030, em março de 2015, e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, em setembro do mesmo ano.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.