País dá início a programa de apoio a empreendedoras

Evento reuniu em Jaipur, na Índia, parlamentares mulheres dos países do Brics

Evento reuniu em Jaipur, na Índia, parlamentares mulheres dos países do Brics

AFP/East News
Projeto foi apresentado no último fórum parlamentar dos países do Brics para incentivar iniciativa no grupo.

Durante o fórum parlamentar do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), realizado entre 20 e 21 de agosto em Jaipur, Índia, representantes russos apresentaram um programa de apoio a mulheres empreendedoras, que se inicia agora no país.

“Na Rússia já preparamos um programa semelhante, e ele será apresentado ao Conselho da Federação em setembro. Sugerimos desenvolver medidas de apoio a mulheres empreendedoras em todos os países-membros do grupo Brics”, disse a vice-presidente do Conselho da Federação da Rússia, Galina Karélova, que chefiou a delegação russa na Índia.

Segundo ela, os participantes do fórum deram bastante atenção ao problema de participação das mulheres na defesa do ambiente e no combate às alterações climáticas.

"As mulheres, como mães, estão particularmente preocupadas com efeitos negativos das alterações climáticas. Os delegados do fórum apoiaram a inciativa de aumentar a participação das mulheres na proteção do ambiente dos países do Brics”, disse.

Além disso, na reunião em Jaipur, os parlamentares concordaram em desenvolver um programa de apoio a mulheres nos setores de alta tecnologia.

“O objetivo do programa é incentivar as mulheres a estudar e trabalhar com altas tecnologias. Os participantes do fórum pediram que os países do Brics garantam o acesso das mulheres de países menos desenvolvidos às mais modernas tecnologias”, completou.

A próxima cúpula do Brics será realizada em Goá nos dias 15 e 16 de outubro, e poderá contar com a presença do presidente interino Michel Temer, caso o Senado vote pelo afastamento definitivo de Dilma Rousseff.

Publicado originalmente pelo jornal Vzgliad

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.