Juventude do Brics quer linha de crédito

O fórum contou com a participação de jovens cientistas e empreendedores entre os 25 e os 35 anos de idade.

O fórum contou com a participação de jovens cientistas e empreendedores entre os 25 e os 35 anos de idade.

Kommersant
Criação de mecanismo foi aventada por cientistas e empreendedores no Fórum da Juventude dos Países do Brics e da União Eurasiática

O Fórum da Juventude dos Países do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) e da União Econômica Eurasiática (Armênia, Bielorrússia, Cazaquistão, Quirguistão e Rússia) se encerrou na última sexta-feira (30), com discussões sobre possíveis linhas de crédito para projetos de inovação.

A necessidade a abertura dessas linhas foi expressada pelo representante da União da Juventude Russa, Pável Krasnorútski.

"As condições para participação no projeto são a existência de pelo menos dois países do Bric e da União Econômica Eurasiática", disse Krasnorútski na abertura do evento.

O fórum contou com a participação de jovens cientistas e empreendedores entre os 25 e os 35 anos de idade dos países das duas organizações, e os principais temas discutidos foram inovações no setor de TI, medicina, agricultura, energia e inovação.

A ideia de uma linha de crédito para jovens empreendedores do Brics já havia sido aventada, durante o Primeiro Fórum da Juventude dos países do Brics e da Organização para Cooperação de Xangai (China, Rússia, Cazaquistão, Tadjiquistão, Quirguistão e Uzbequistão), em meados deste ano, em Ufá, na Rússia central.

União Econômica Eurasiática
Organização de integração econômica regional fundada em 2014 e composta por Armênia, Bielorrússia, Cazaquistão, Quirguistão e Rússia para livre circulação de produtos, capital e força de trabalho.

 

Com material da agência Ria Nôvosti.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.