Magia negra também existe na Rússia

Foto: RIA Nóvosti

Foto: RIA Nóvosti

Os nomes mudam, mas o efeito é o mesmo.

Certa vez, estávamos conversando sobre magia negra na redação, pois tínhamos encontrado um site que oferecia esse tipo de “serviço”. “E tem isso na Rússia, Sasha?”, perguntou minha chefe Silvinha. “Opa! Tem muito!”, respondi. Ela não acreditou – assim como ninguém acredita quando falo isso. E realmente é difícil de imaginar que lá muita gente ainda faz amarração (privorot) e magia negra (popularmente chamada de porcha) contra alguém, com ajuda de velhinhas-bruxas ou como a gente fala na Rússia, babki.

Eu testemunhei porcha duas vezes na minha vida. A primeira vez foi quando era adolescente. Ao sair de casa de manhã, encontrei um gato morto na minha porta com algumas velas. Não sou uma pessoa religiosa, mas, ao ver uma cena dessa, corri à igreja para pegar água benta e jogar em volta. Nessas situações, mesmo quem não acredita, acredita.

Outra situação aconteceu quando uma “amiga” da minha mãe queria fazer uma porcha nela e, ao me encontrar na rua, entregou um bonequinho (tipo vudu), dizendo pra guardar em casa porque isso daria sorte. Olha, o boneco era tããão feio que desconfiei na hora. Aceitei o presente de grego, mas, quando cheguei em casa, joguei pela janela bem no telhado do vizinho da frente. Não pensei que isso pudesse ser uma coisa do mal, simplesmente não quis a boneca perto de mim. Uma semana depois, a casa pegou fogo e ele morreu dentro, queimado. Até hoje não acredito que a boneca pode ter sido a causa disso, mas. de novo, não acredito naquele jeito...com a pulga atrás da orelha.

Quanto a babka, conheci porque a minha madrinha suspeitou que eu poderia ter porcha, já que vivia doente. Aí, fui numa velhinha dessas que começou rolar um ovo em cima da minha cabeça. Depois, ela teve que abrir o ovo e ver se tinha porcha dentro (se tivesse, a clara ficaria embaçada). Enfim, não lembro o que deu no final, mas essa foi a minha primeira e a única experiência com babka. Ainda bem!

P.S. Ao jogar porcha em russo no Google, apareceu um monte de site que ensina fazer a boneca vudu em casa mesmo. Credo!

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.